Archive for 3 de maio de 2008

Ronaldo, o ex-Fenômeno…

maio 3, 2008

Sabem o que Ronaldo, o ex-Fenômeno, disse para a namorada brasiliense após ser flagrado no motel no Rio?

– Ora, bem… Estava jogando bolas…

E o Ancelmo Gois diz hoje em sua coluna nO Globo:

Ronaldo perdeu patrocínio da TIM, a italiana no Brasil. Deixou evaporar uns US$ 2 milhões..

Isso deve ser troco pra quem tem patrímônio de US$ 132 milhões. Mas é muito pra quem não quis pagar R$ 50 mil.

E como diz o anúncio da Varilux: confudiu André com Andréia…

Como diz o José Simão, hoje, na Folha:

“Tabela de traveca: fazer programa, R$ 100. Dizer que não fez programa: R$ 50 mil. E toda traveca é assim: corpo escultural e voz de Pato Donald!”

Todas são de Milaaaaaaaano…

Salvem. Ele (o Fenômeno) diz que vai encerrar carreira no Flamengo. Ou melhor, vai acabar no Flamengo ou acabar com o Flamengo…

 

 

Anúncios

Liberdade para Ingrid Betancourt

maio 3, 2008

 

Entramos na campanha em favor da liberdade para Ingrid Betancourt…

O fiscal – a volta da Sunab…

maio 3, 2008

Querem acabar com a aposentadoria de Lineu, personagem de Marco Nanini em “A Grande Família”. Depois de um bom tempo na labuta, o fiscal da saúde pública se aposentou. Passa o dia pegando no pé de Tuco (Lúcio Mauro Filho), o filho. Sem ter o que fazer em casa, Lineu deve ser convocado pelo governo federal para retornar ao trabalho. Dessa vez, fiscalizará os postos de combustíveis existentes no país.
Calma! Explico: inicialmente, devemos retornar ao passado não tão distante assim. Em meados dos anos 80, a população foi chamada para fiscalizar as majorações de preços praticadas pelo comércio em geral. Um “xerife” liderou a busca de bois no pasto. A Sunab funciona a pleno vapor. Gerentes de supermercado presos. Revoltas e manifestações populares eram os ingredientes que sustentavam a mídia daquela ocasião.
Retornamos então para 2008. Por conta do repasse do reajuste dos combustíveis para a bomba, vozes do governo anunciam a fiscalização e eventuais punições aos donos de postos. Quem for flagrado pode ser severamente castigado. Ou seja, querem voltar aos anos 80, embora vivamos em plena economia de mercado. Onde prevalece a lei de mercado, não soaria inútil tal medida?
A população deve ainda ter na memória notícias de que os preços dos combustíveis e seus derivados seriam regidos pelo mercado internacional. Ou seja, quando houvesse aumento do preço do barril do petróleo, o reflexo na hora de abastecer recairia no bolso do motorista. Mas, quando ocorresse uma diminuição, o cidadão seria beneficiado com a redução do preço. E o que se verificou com o tempo? Algo bastante inútil. Alguém lembra de ter pagado menos pela gasolina ou diesel em função da queda do preço do petróleo?
No entanto, essa mesma economia de mercado, tem permitido em algumas cidades a concorrência. Porém, noutras, a formação de cartel. Volta e meia se observa anúncio dando conta de que o Ministério da Justiça iniciou investigação contra essa ou aquela rede distribuidora. E as conclusões? Nenhuma.
E a Petrobras monopolista do setor de petróleo e gás no país? Em 2007 contabilizou lucro líquido de R$ 21,5 bilhões. A empresa tem investido pesadamente em outros países. É o símbolo da competência. Então, para que a estatal não tenha uma forte redução em seus lucros, o governo resolveu lançar mão do reajuste dos preços dos combustíveis e seus derivados. E qualquer movimento brusco de aumento nas bombas será combatido. Os oportunistas de plantão que se cuidem.
Num movimento seguinte, estampam uma manchete na capital federal dizendo que as empresas de ônibus do DF querem reajustar as passagens em função do aumento do preço do diesel. Diz ainda que enquanto a classe média teve o bolso aliviado (muito cuidado com essa palavra), o cidadão que utiliza o ônibus como meio de transporte (e tem isso em Brasília?) será penalizado.
Não seria esse um bom momento para convocar Lineu. Tirá-lo do marasmo domésticos e permitir que lidere um movimento de fiscalização pelos quatro cantos do Brasil. Me compre um bode…
Estágio
E parece que os estagiários de jornalismo tomaram conta da Rede Globo nesse feriadão prolongado… Papai Homer Simpson saiu de férias.