Um voto só

Essa merece registro. Em Pau D´Arco, no Piauí, Carmem Lúcia Portela Santos (PSB) tomou posse no cargo de vereadora. O fato inédito é que Carmem chegou ao posto com apenas um voto recebido nas eleições de 2004. Ela foi empossada após o TRE-PI ter cassado o mandato do vereador Miguel Abreu Nascimento por infidelidade partidária. Nascimento fora eleito pelo PSDB e, mais adiante, passou para o PCdoB.

 
O suplente de Nascimento, Reginaldo Souza Santos era o próximo da lista para a Câmara, mas morreu vítima de acidente de carro ocorrido em abril. Na cidade piauiense os comentários da oposição dão conta que a vereadora sequer se elegeu com o próprio voto. Ou seja, deve ter chegado lá com o voto de outro eleitor.

 
Enquanto isso, o presidente da Câmara de Vereadores, Josenildo Bacelar (PT), avaliou que a notícia é muito ruim para o Legislativo municipal. O TRE informou que 61 vereadores perderam mandatos no Piauí por infidelidade. Foram levados ao tribunal 985 processos. Pau D’ Arco tem 2.972 eleitores.

Tags: , , ,

Uma resposta to “Um voto só”

  1. VIVIAN Says:

    Tudo acontece neste país, portanto, nada surpreende. Se as leis existentes tivessem como base a seriedade, a coerência, a realidade, as necessidades da população, não existiriam leis idiotas, que acabam dando legitimidade a fatos dessa natureza. O problema do Brasil, além dos corruptos, são as leis absurdas vingentes em sua constituição .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: