Quadros roubados

O país amanhece, nesta sexta-feira, 13, ainda sob o impacto do roubo de quatro obras de arte da Estação Pinacoteca, em São Paulo. A polícia de São Paulo divulgou os retratos-falados dos ladrões com base nas imagens captadas pelas câmeras de segurança do prédio. A quadrilha levou um óleo sobre cartão de Di Cavalcanti “Mulheres na janela” (1926); duas gravuras do espanhol Pablo Picasso: “O pintor e seu modelo” (1963) e “Minotauro, bebedouro e mulheres” (1933), e um guache sobre cartão de Lasar Segall, “Casal” (1919). As obras têm valor estimado em R$ 1 milhão.

A ação dos ladrões ocorreu ontem (12 de junho) à tarde no prédio que é extensão da Pinacoteca de São Paulo. Há cinco meses, no MASP, bandidos levaram  os quadros “O lavrador de café” (1939), de Cândido Portinari, e “Retrato de Suzanne Bloch” (1904), de Pablo Picasso. Estas duas obras valem R$ 120 milhões. Os quadros foram recuperados dias depois pela polícia.

O roubo repercutiu em outros países. A polícia se mobiliza nos portos, aeroportos e rodovias de São Paulo para encontrar os integrantes da quadrilha e recuperar as obras de arte. Ao mesmo tempo, a população é alertada para denunciar à Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo caso identifique os suspeitos. Todas as informações são importantes para colocar os bandidos atrás das grades.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , ,

Uma resposta to “Quadros roubados”

  1. Nagib Says:

    Sabe-se que o sistema de segurança da Pinacoteca é o há de mais moderno no mercado. Os ladrões possivelmente não sabiam deste detalhe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: