A indústria dos cursinhos

A notícia está na coluna da jornalista Paula Santana, Caderno Viva!, do Jornal de Brasília, desta terça-feira (24 de junho ):

O futuro
Um levantamento feito pelo Ibmec, fruto da pesquisa do professor Gilberto Braga, constatou que o mercado de cursinhos preparatórios para concursos públicos é uma verdadeira máquina de fazer dinheiro. São 400 mil alunos, que rendem R$ 1,2 milhão por ano.

Essa informação comprova aquilo que já havia sido colocado neste Diário de Bordo sobre a loteria dos concursos. Num país com elevado índice de desemprego, nada mais natural que os cidadãos busquem no serviço público a tão sonhada estabilidade. Mas isso rende muito dinheiro aos donos dos cursinhos e as fundações encarregadas de elaborarem provas (ou melhor, pegadinhas).

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: