Fluzão treina em Quito

Após quase 10 horas de viagem, a delegação do Fluminense desembarcou em Quito, no Equador, para a primeira partida da decisão da Libertadores. O jogo ocorre amanhã, às 21h50 (horário de Brasília) está mexendo com os nervos dos torcedores. Trata-se da mais importante partida da história do Tricolor das Laranjeiras. Tão logo desembarcou no aeroporto, o grupo seguiu para o hotel e depois fizeram um treino de adaptação no Estádio Olímpico Atahualpa.

A noite fria não intimidou os jogadores. O técnico Renato Gaúcho confirmou que o atacante Washington se recuperou de dores na coxa esquerda e vai ser escalado para a partida contra a Liga Desportiva Universitária (LDU). O mais importante nestas horas que antecedem ao jogo é a adaptação ao tempo de bola. Por causa da altitude de 2,3 mil metros, os jogadores precisam de mais intimidade com a pelota.

“O Washington está bem e vai jogar. Precisamos nos adaptar ao tempo de bola, porque ela corre muito. Temos de tocar para o companheiro que estiver mais perto, e com precisão, porque se tocar na frente não dá para pega”, disse Renato.

O preparador físico do Tricolor, Fábio Mahseredjian, em entrevista ao canal SporTV, ressaltou a importância do treinamento desta segunda para a adaptação aos 2.300 metros de altitude de Quito.

“É importante treinar nas condições em que você vai jogar. Com menor densidade do ar, a velocidade da bola é mais rápida. Já a perda do aspecto físico não se supre em apenas dois dias. Abaixo de três mil metros o prejuízo não é tão grande. Hoje (segunda) fizemos um treino com o objetivo de se adaptar à velocidade da bola, treinamos chutes a gol no fim.

A delegação chegou em Quito às 18h (horário de Brasília) nesta segunda-feira (23). A No desembarque, o goleiro Fernando Henrique foi um dos mais requisitados pela imprensa local, já que foi o grande destaque do empate em 0 a 0 contra a própria LDU, em fevereiro, no primeiro jogo das duas equipes nesta edição da Libertadores.
 
“Quito é uma cidade que me traz boas lembranças e espero que continue a ser assim. Nosso time está muito concentrado, sabe que a LDU é muito forte, talvez tenha sido a equipe que mais nos trouxe dificuldade, mas estamos preparados para fazer um bom jogo, sempre respeitando o adversário e o povo equatoriano, que nos recebeu muito bem na primeira vez que aqui estivemos”, disse FH.

O presidente Roberto Horcades não conteve a emoção ao desembarcar, uma vez que esta será a última viagem nesta edição da Libertadores, cujo título pode ficar nas Laranjeiras.

“ Estou emocionado, trabalhamos muito para chegar neste momento e espero que tudo corra bem”, disse Horcades.

 

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: