O inferno de Dantas ainda não acabou

Solto mediante liminar em habeas corpus concedido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, Daniel Valente Dantas sabe que ainda não pode comemorar a vitória parcial concedida pela Corte Suprema. Ao repórter Lino Rodrigues, de O Globo, no hangar no campo de Marte, em São Paulo, Dantas acusou seus opositores de perseguição política. Mas, ao estilo dos capos, o banqueiro falou mediante acordo de que Lino não gravasse a conversa ou parasse para anotar o rápido bate-papo.

Se bem que ontem (sexta-feira), buscou-se desviar os holofotes deste escândalo. E como isso ocorreu? Com uma operação para investigar um outro escândalo: Eike Batista, o multimilionário e seus negócios no Amapá. E vieram também as prisões de parlamentares em Alagoas. Mas nada disso foi capaz de livrar os poderes da República da crise que se instalou com a Operação Satiagraha.

Livre das algemas, Dantas voou para o Rio. Como ele é esperto, deve ter se refugiado em algum lugar em que a Polícia Federal jamais terá condições de alcançá-lo. O banqueiro se diz perseguido por setores do governo. O ministro da Justiça, Tarso Genro, admitiu com todas as letras a possibilidade de Dantas fazer o mesmo que fez Salvatore Cacciola.

Com Dantas solto por aí, a crise institucional promete novos capítulos. A liminar concedida de forma veloz tem feito a opinião pública – isso está nas cartas aos leitores publicadas nos jornais deste sábado (12 de julho) – acreditar como sendo verdadeiras as declarações dos parceiros do banqueiro: o medo dele (Dantas) é com a Justiça Federal. No STF ou no STJ as coisas se resolvem. Ora, bolas! Isso é que precisa ficar esclarecido.  Poderiam pedir também uma investigação para isso?

Liberto, Dantas conseguiu foro privilegiado. A súmula de Mendes é um atestado exclusivo para o banqueiro. Enquanto isso, como nos conta o jornalista Bob Fernandes e sua equipe do sítio Terra Magazine, outros 231 mil ladrões de galinhas estão atrás das grades. Todos aguardam julgamento. Aliás, Fernandes é um profundo conhecedor das artimanhas desta novela do dono do Opportunity. Ele a acompanha desde os tempos em que era editor da revista Carta Capital.

Fora do inferno que é a PF, Dantas tenta respirar mais aliviado. Quer deixar o epicentro deste embate para a “briga” entre o Judiciário (leia-se Justiça Federal e STF), a Polícia Federal, o Ministério Público e o Ministério da Justiça. Aliás, o ex-presidente do STJ ministro Edson Vidigal também conhece as artimanhas do grupo Opportunity. Uma decisão de Vidigal colocou um obstáculo nas pretensões de Dantas na BrasilTelecom.

Dantas jogava com o patrimônio dos fundos de pensão. Coisa de uns R$ 30 bilhões. Vidigal destituiu a trama e os aposentados das empresas estatais, se hoje podem respirar aliviados, devem muito a ele. Não se intimidou. Foi perseguido. Gravado. Monitorado. Não como supôs o senhor Mendes que mandou vasculhar o gabinete numa “ëspetacularização” do suposto monitoramento da PF.

Então, sugiro uma leitura no blog www.EdsonVidigal.com e o leitor saberá um pouco mais dos fatos. A reação do senhor Mendes mereceu uma mobilização dos juízes federais em favor do magistrado Fausto Martin de Sanctis. Cerca de 120 juízes federais assinaram manifesto em defesa do juiz de Sanctis. E o Ministério Público, por meio do procurador Rogério de Grandis também prepara munição para destituir os argumentos do STF na concessão do alvará que pôs Dantas fora daquele inferno na PF.

Esse folhetim até que podia virar uma novela. O título seria essa: O favorito. Resta saber qual emissora se interessaria pelo enredo desta trama. Acompanharemos os próximos capítulos.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: