Os ovos

Dona Creusa, minha mãe, também não compreende muito de política, assim como não entendeu o Fluminense perder a Copa Libertadores, mesmo com a vitória de 3 a 1  sobre a LDU, em pleno Maracanã. Falei com ela há pouco. Ela assiste ao programa eleitoral gratuito. Mais feliz fica o filho em não ter este desprazer na televisão. Isso porque aqui em Brasília a Rede Globo reprisa a série JK. Então, não tenho que perder o meu tempo com uma campanha capenga, suja e violenta. Coisas da política, estúpido!

Aliás, a estupidez política corre solta pelos quatro cantos do país. Porém, dona Creusa ficou desolada com um fato que não passou na telinha da televisão no horário eleitoral gratuito. No bairro Gerador, município de Santo Antônio de Pádua, interior fluminense, um comício da candidata à prefeita Maria Dib (11) foi interrompido por uma chuva de ovos. Isso mesmo, uma chuva de ovos. E os simpatizantes de Maria Dib saíram com claras e gemas pelo corpo. Um vexame completo.

Então, busco compreender os fatos relatados por dona Creusa. A responsabilidade por tamanha agressão recaí nos ombros de José Renato Padilha, o Zé Caviar já identificado como plagiador de músicas do Zeca Pagodinho. Aliás, Caviar é a aposta do atual prefeito Luís Fernando. Eles seriam capazes disso? É a pergunta que me vem à cabeça neste momento. Lembro: olha a política, estúpido.

E outras perguntas sucedem ao questionamento inicial. Caviar e Padilha fariam isso? Ou mandariam seus comparsas fazerem tamanha agressão? A resposta é sim. Mas conhecedor do outro lado da política, saio com a terceira ou quarta indagação: os simpatizantes de Maria Dib fariam tais cenas para responsabilizar o adversário Caviar? Fariam. Em política, minha mãe, tudo é possível.

Mas dona Creusa acrescenta outros detalhes a esta trama. Parece que a campanha ganha as ruas de Pádua propagando único candidato. O Zé Caviar. É a parte podre do velho PMDB. Uma coisa repugnante. A coisa da política, estúpido! A chuva de ovos não é exclusiva de Pádua. Mas aconteceu em Pádua. É pena que o eleitor não consegue compreender. Fica anestesiado com a lunática peça publicitária do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Enquanto isso, desenrolam-se as cenas de A favorita. Maíra, personagem de Juliana Paes, sairá de cena. Acaba de ser atropelada. Cenas incríveis. Pura ficção. Ela volta na próxima novela de Glória Perez. É coisa de novela, estúpido! Mas tem todo ingrediente para emplacar o próximo folhetim.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , ,

Uma resposta to “Os ovos”

  1. aline Says:

    Os ovos foram merecidos afinal o q vc faria por Pádua ?? Nos comícios de Padilha naum tinha escouta policial, e no seu tinha medrosa.É DEPRIMENTE, A ÚNICA VEZ Q FUI NO SEU COMÍCIO, VC DESEJAVA UM HOMEM DESSE AO SEU LADO, Q AGORA VC CONSEGUIU?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: