Os tempos mudaram

Os tempos estão bem modernos. Foi-se a época em que a mulher era exclusivamente dona do lar. E a Lei Maria da Penha pode ser considerada uma excelente conquista. Digo isso apesar de A favorita, da Rede Globo, ter um casal que nos remete aos tempos de outrora. Leonardo (Jackson Antunes) e Catarina (Lilia Cabral) vivem um intenso clima que ilustra esta era. Ou seja, o passado.

Mas, a realidade, ainda bem, mostra algo diferente. Uma mudança conceitual? Não. Uma nova diretriz no Poder Judiciário aconteceu no estado de Goiás. O juiz da 3ª Vara Cível de Goiânia, Joseli Luiz da Silva, condenou uma amante a indenizar a mulher (uma professora universitária) do seu caso por danos morais. A amante em questão terá que desembolsar R$ 31.125,00 a título de reparação porque o comportamento dela (a amante) expôs a professora a uma situação vexatória, que a fez deixar o emprego.

O advogado da professora queria indenização de R$ 62.250,00 e só não conseguiu que isso fosse arbitrado na sentença porque não se comprovou que a cliente foi submetida a tratamento de saúde em função do problema psicológico. E este não é o único caso analisado pelo Judiciário de Goiás. Em julho, um marido infiel do município de Ivolândia foi punido em R$ 2,3 mil por ter um caso com a concunhada.

Ainda em Goiânia, outro processo acabou extinto. A amante queria receber indenização da mulher do infiel sob alegação de que a esposa a teria constrangido no local de trabalho. Agora, barraco mesmo aconteceu no Espírito Santo. A mulher flagrou o marido com a amante no portão da casa. Partiu para agressão física. Mordeu-lhe a orelha. E disse que quando saísse da delegacia policial iria acertar as contas com o maridão. Ainda não temos conhecimento sobre o desdobramento deste caso.

Enquanto isso, bem na vizinhança da casa de Leonardo e Catarina, o prefeito Elias (Leonardo Medeiros) – da fictícia cidade de Triunfo – vai flagrar Dedina (Helena Ranaldi) com o seu melhor amigo – não é o cão – Damião (Malvino Salvador). Elias, que já dividiu Rosana (Giulia Gam) com Augusto César (José Mayer), vai aceitar a situação. Com um ingrediente: a ex-namorada de Damião, Greice (Ana Roberta Gualda)  volta para o lar e os quatro têm uma vida em comum. É!!! Tempos modernos!!!

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

4 Respostas to “Os tempos mudaram”

  1. Fábio Santos Says:

    Sem comentario… sempre traição entre outros;
    A traição de Dedina deveria ter acabado]
    e CAtarina devia ter denunciado ele a delegacia faz tempo…

    http://fabiosantos.wordpress.com

  2. master69 Says:

    É a tal da modernidade…

  3. Diploma à Vista Says:

    As mulheres mudaram mesmo e elas é que estão certas! Não são mais aquelas tolas de antigamente. O que o Leonardo da novela faz, nenhuma mulhere merece. Só por ser mulher ja é especial e precisa ser tratada com respeito e carinho.
    Abraços Roberto!

  4. patrickselvatti Says:

    Que queimar sutiã em praça pública o quê! A mulherada agora quer pagar na mesma moeda. Lembra de “Pantanal”, de 90, hoje reprisada pelo SBT? Lá, o coronel Tenório tinha duas mulheres e obrigou as duas a conviverem na mesma casa. E a número 1, a quem ele chamava de Bruaca, não deixou por menos, se divertindo com o peão Alcides. E ele nada pôde fazer…
    E, não sei se vale a analogia, mas a mesma Helena Ranaldi, à tarde, leva raquetada do marido, calada, e, à noite, se esbalda com dois homens. Entre apaixonadas e favoritas, nas novelas ou na vida real, as mulheres estão fazendo história!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: