Obama vs. McCain

Às vésperas das eleições que vão decidir quem será o próximo presidente dos Estados Unidos, esquenta a disputa pelos votos. Lá, o voto não é obrigatório e os candidatos e seus “seguidores” precisam se desdobrarem para convencer o eleitor a se dirigir até o local de votação. Em alguns Estados, a votação já se iniciou há dias. Com este modelo arcaico é possível todo tipo de fraude e manobra neste processo de escolha. Viva o sistema da urna eletrônica em vigor no Brasil!

E os jornais brasileiros estão dando um tempo no furacão que varreu os mercados financeiros internacionais e já abrem espaço para o confronto entre o Democrata Barack Obama e o Republicano John McCain. As pesquisas – que não sei se são tão confiáveis assim – dão uma vantagem para Barack. Na edição desta segunda-feira (3) dO Globo, uma entrevista com o professor da Universidade de Chicago Greg Palast coloca-se o alerta sobre possibilidade de “a eleição ser roubada na Flórida”, como teria ocorrido em outras ocasiões bem recentes.

Mas os colaboradores de Barack devem estar mobilizados para evitar possíveis fraudes naquele estado norte-americano. Acredito que o grupo do senador Democrata deva estar mais bem aparelhado. Mas, de qualquer maneira, toda prudência é válida. E vem a pergunta: quando todos os votos serão apurados e o mundo conhecerá o sucessor do presidente George W. Bush? Essa é uma outra incógnita para aqueles que desconhecem este complicado sistema eleitoral americano.

Mas o divertido é o humor que tira sarros na candidata à vice-presidente Sarah Palin. Ela recebeu uma ligação do apresentador canadense Marc Antoine Audette, que se fez passar pelo presidente da França, Nicolas Sarkozy. Foi uma verdadeira comédia e Palin acreditou.

Já Barack vem recebendo importantes adesões dos artistas dos EUA: Sarah Jessica e Gwyneth Paltrow estão empenhadas no processo de pedir votos para o senador Democrata. Então, até o término deste embate eleitoral, o cidadão brasileiro vai ser bombardeado pelas coberturas das emissoras de tv aqui do Brasil e pelos jornalões deste País tupiniquim. Meu voto é para Barack Obama. Isso foi assumido desde o início deste Diário de Bordo, quando o senador disputava a indicação do partido com a também senadora Hillary Clinton.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: