TRE-RJ diz que não disse aquilo que havia dito

Em atendimento ao leitor do Diário de Bordo que se vale do pseudônimo “Pádua não pode parar” amplio o destaque dado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) que desmente matéria divulgada pela Agência Brasil (Abr) sobre novas eleições para prefeitos em Santo Antônio de Pádua e Bom Jesus do Itabapoana.

Porém, não houve qualquer manifestação oficial da Justiça Eleitoral no que diz respeito à matéria publicada pelo jornal O Globo que seguiu a mesma linha, ou seja, sobre a possibilidade de novas eleições nos dois municípios do interior fluminense. O objetivo deste Diário de Bordo é permitir que o cidadão tenha acesso às informações sobre este verdadeiro embate que se transformou as eleições, em especial, em Santo Antônio de Pádua, município onde iniciei minha trajetória profissional.

Esclareço que não tenho nada contra ou a favor dos candidatos José Renato Padilha e Maria Dib, bem como o atual prefeito Luís Fernando Padilha Leite. Mas, me permito divergir das práticas políticas e das propostas administrativas dos dois candidatos e do modo de administrar a Prefeitura por parte do senhor Luís Fernando. E vou mais adiante: mesmo discordando das práticas administrativas do prefeito, não posso ser contra a maioria dos eleitores que o colocaram na chefia do Poder Executivo. Isso só muda pelo voto. E vence a maioria. Mesmo que os votos sejam motivo de barganha.

Concordo também que o debate se tornou bastante acirrado. Lamento que pessoas se escondam em apelidos para manifestar, de forma covarde e, por vezes, agressivas contra cidadãos que participam deste cenário político. Aproveito para esclarecer que com relação ao concurso público lançado no dia de ontem (4), o assunto mostrou-se à primeira vista bastante estranho embora exista respaldo na Legislação Eleitoral. Ou seja, pode-se fazer concurso, mas não efetivar a contratação no período de 90 dias após a eleição e três meses antes o pleito.

Se não é ilegal, é no mínimo imoral. Esta minha opinião prevalece até que tenha outro esclarecimento sobre se na atual situação, ou melhor, circunstância, tal concurso público não se transforme em artifício para o candidato da situação, pois, afinal, a nova eleição não esta de toda descartada. Dependerá do entendimento do TSE, última etapa da Justiça Eleitoral para julgar o processo.

Segue abaixo o texto do TER-RJ que desmente a Agência Brasil (ABr):

TRE-RJ: Novas eleições no interior do Estado do Rio ainda não estão confirmadas

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) esclarece que é inverídica a informação divulgada hoje pela Agência Brasil dando como certa a convocação de nova eleição nos municípios de Santo Antônio de Pádua e Bom Jesus de Itabapoana. Em ambos os casos, a eventual convocação de novo pleito depende de decisão do Tribunal Superior Eleitoral, onde serão julgados recursos de candidatos a prefeito contestando o indeferimento de suas candidaturas.

Também não procede a informação, atribuída pela agência ao TRE-RJ, de que o novo pleito se deveria ao fato de votos brancos e nulos superarem os “votos recebidos pelos dois candidatos à prefeitura das duas cidades”. Segundo a Constituição brasileira, a legislação eleitoral e a jurisprudência do TSE, votos brancos e aqueles que o eleitor anula na urna eletrônica são considerados inválidos e descartados na totalização dos votos. Uma nova eleição só é convocada se mais de 50% dos votos dados por eleitores a candidatos forem anulados por decisão judicial, o que pode acontecer em Bom Jesus do Itabapoana e em Santo Antônio de Pádua.

Em Bom Jesus, na eleição de 5 de outubro, Paulo Sérgio do Canto Ciryllo recebeu 9.388 votos, o que equivale a 46,4% do total de votos válidos (descartados os brancos e nulos), enquanto Maria das Graças Ferreira Motta recebeu 9.337, 46,1% do total de votos válidos. Caso ambos tenham os indeferimentos confirmados pelo TSE, o total de votos invalidados pela decisão chegará a 92,5%, implicando nova eleição. Os dois tiveram os registros indeferidos por estarem na lista do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Em Santo Antônio de Pádua, foram indeferidos e estão recorrendo o primeiro colocado, José Renato Fonseca Padilha (que recebeu 12.548 votos, 49,1% dos válidos), e o terceiro, José Alcino Cosedey Nascimento, que recebeu 2.224 votos ou 8,7% do total de válidos. Nascimento teve o nome incluído na lista do TCE, enquanto Padilha acabou indeferido porque seu vice estava inelegível e não houve tempo para substituição dentro do prazo permitido pela legislação.

Caso o TSE confirme todos esses indeferimentos, o TRE-RJ terá 40 dias para convocar novas eleições, que contarão com novos prazos para o registro de candidaturas e a realização de propaganda eleitoral.

Anúncios

Tags: , , , ,

29 Respostas to “TRE-RJ diz que não disse aquilo que havia dito”

  1. Bruno Leite Says:

    Gostei de ver Roberto, assim que se faz critica política, com resposabilidade,respeito e assinando em baixo com o proprio nome, atitude admiravel a sua.

  2. Bruno Leite Says:

    Roberto,

    Fiquei tão admirado com sua atitude responsável e honrada que mais uma vez tropecei na minha desatenção constante na língua portuguesa, mas continuo assim, tropeçando, caindo e me erguendo novamente em meu caminho, mesmo que com as pedras lançadas à distancia por covardes escondidos na escuridão do ressentimento calado, da raiva e inveja para com êxito do sucesso de minha família, pela mera discordância ideológica ou por qualquer outro motivo desconhecido.

    agradeço em muito sua consideração e respeito mais uma vez,

  3. O Eleitor Says:

    Enquanto o cordão segue o cortejo…….o Egrégio Poder Eleitoral, da mais uma demonstração de imparcialidade, embora na minha opinião tenha chovido no molhado.
    Senão vejamos ” ipsis literis ” : “Uma nova eleição só é convocada se mais de 50% dos votos dados por eleitores a candidatos forem anulados por decisão judicial,”

    e

    “Em Santo Antônio de Pádua, foram indeferidos e estão recorrendo o primeiro colocado, José Renato Fonseca Padilha (que recebeu 12.548 votos, 49,1% dos válidos), e o terceiro, José Alcino Cosedey Nascimento, que recebeu 2.224 votos ou 8,7% do total de válidos.”

    Sendo assim, a soma de votos do Sr.José Renato e do Sr. José Alcino ultrapassa a metade mais 1 de votos.Logo há sim possibilidade de outra eleição.
    E se isto ocorrer quem será o Prefeito interino ??? João Luís Nacif o vereador mais votado nas últimas eleições ?, e sócio do atual Prefeito em uma predeira de pedra paduana, na qual paga a este 30 salários minímos mensais para ter o direito de exploração que obteve legitimamente no DNPM , mas que o senhor Prefeito não autorizou que passasse em sua Fazenda, a não ser que lhe pagasse os atuais 30 salários.
    Ou o atual presidente da camâra ??
    Tudo se encaminha para isso, João Luís de Prefeito Interino.

  4. Paduana Says:

    Bom dia ao blogueiro e a todos os leitores de desse blog.
    Em varios comentarios desde blog ja fui taxada de burra , ignorante e outros adjetivos, pois sou parte do povo Paduano , faço parte da uma maioria que não depende diretamente desse ou daquele candidato , mas que depende e quer um bom administrador para nossa maravilhosa cidade.
    bem mas o que realmente eu gostaria de entender é se relmente a candidata da oposição ja é a perdedora , se não tem chance alguma pois segundo afirmam nesse blog caso haja nova eleição ela não podera se candidatar e o candidato da situação sim , e sabemos que ele tera novamente a maioria dos votos, por minha “burra e Ignorante “dedução Ja se sabe que é o prefeito de Pádua . Poque então essa novela judicial ? Por que então deixar o povo com essa “suposta ” duvida de que governara nosso municipio ?

  5. Kurt Student Says:

    Nada está definido ainda (pelo menos até o dia 09/11). “caso” haja uma nova eleição em nossa cidade, a candidata que perdeu nas urnas poderá sim se candidatar novamente (o que não garante que sairia vencedora). O candidato vencedor não, uma vez que o motivo da anulação da eleição foram irregularidades em sua candidatura (em relação a um possível “terceiro turno” posso estar enganado quanto ao artigo certo, mas, salvo engano está previsto no artigo 240 da Lei Eleitoral). Tendo o mesmo sido comunicado e perdido o preazo para a apresentação de um companheiro de chapa (vice). Gostaria de deixar bem claro que não sou partidário de nenhum dos candidatos que concorreram ao pleito.
    Não sou favorável a esse clima de disse me disse que corre a bocas miúdas nas esquinas da cidade. Sou totalmente essa onda de desinformação que atrapalha mais do que ajuda, e o que é mais perigoso: acirra os ânimos dos correligionários (tanto de um lado quanto do outro) podendo com isso causar brigas.
    Devemos aguardar a decisão judicial do caso.

  6. Kurt Student Says:

    Nada está definido ainda (pelo menos até o dia 09/11). “caso” haja uma nova eleição em nossa cidade, a candidata que perdeu nas urnas poderá sim se candidatar novamente (o que não garante que sairia vencedora). O candidato vencedor não, uma vez que o motivo da anulação da eleição foram irregularidades em sua candidatura (em relação a um possível “terceiro turno” posso estar enganado quanto ao artigo certo, mas, salvo engano está previsto no artigo 240 da Lei Eleitoral). Tendo o mesmo sido comunicado e perdido o preazo para a apresentação de um companheiro de chapa (vice). Gostaria de deixar bem claro que não sou partidário de nenhum dos candidatos que concorreram ao pleito.
    Não sou favorável a esse clima de disse me disse que corre a bocas miúdas nas esquinas da cidade. Sou totalmente averso a essa onda de desinformação que atrapalha mais do que ajuda, e o que é mais perigoso: acirra os ânimos dos correligionários (tanto de um lado quanto do outro) podendo com isso causar brigas.
    Devemos aguardar a decisão judicial do caso.

  7. Júlia Says:

    Cara paduana, concordo plenamente com você:
    “Ja se sabe quem é o prefeito de Pádua . Poque então essa novela judicial?”
    mas infelismente estamos num Brasil assim,
    para mim quem escolhia o ‘prefeito era o povo’
    e nesse caso está sendo a ‘justiça’.
    Pádua não pode ter uma prefeita que o povo não quer.
    NÓS PADUANOS SOMOS HUMANOS COMO QUALQUER
    OUTRO, TEMOS O DIRETO DE ESCOLHER E NÓS JÁ
    ESCOLHEMOS.

  8. O Eleitor Says:

    Vocês deveriam ler o comunicado da justiça eleitoral……quem votou no José Renato anulou o seu voto…..entendam isto de uma vez por todas……não tem volta……ACABOU.

  9. bruno Says:

    Palavras do Eleitor mais acima:

    ” O Eleitor Disse:
    Novembro 6, 2008 às 5:47 pm

    Em Santo Antônio de Pádua, foram indeferidos e estão recorrendo o primeiro colocado, José Renato Fonseca Padilha (que recebeu 12.548 votos, 49,1% dos válidos), e o terceiro, José Alcino Cosedey Nascimento, que recebeu 2.224 votos ou 8,7% do total de válidos.

    Sendo assim, a soma de votos do Sr.José Renato e do Sr. José Alcino ultrapassa a metade mais 1 de votos.Logo há sim possibilidade de outra eleição. ”

    Em um post ele diz que ainda nao acabou, no outro ele diz que acabou.

    Melhor de tudo isso e’ saber que a oposicao nao vai governar Padua com a representatividade da minoria do qto pior melhor. VIVA A JUSTICA E A LEI ELEITORAL PARA TODOS!

  10. O Eleitor Says:

    hauhauahua…….quer dizer que agora eu tenho razão…….hauahauhauaha

    Estou sendo coerente.
    A justiça eleitoral diz em seu comunicado que votos anulados judicialmente é uma coisa e o voto anulado pelo eleitor é outra coisa…….não se enganem, quem votou no José Renato anulou seu voto, e isso é porque a candidatura do José Renato esta impugnada.
    ACABOU.

  11. bruno Says:

    Entao isso quer dizer que a Maria Dib nao ganhou na primeira? Serao necessarias novas eleicos?

  12. bruno Says:

    Palavras do TRE:

    Uma nova eleição só é convocada se mais de 50% dos votos dados por eleitores a candidatos forem anulados por decisão judicial, o que pode acontecer em Bom Jesus do Itabapoana e em Santo Antônio de Pádua.

    Em Santo Antônio de Pádua, foram indeferidos e estão recorrendo o primeiro colocado, José Renato Fonseca Padilha (que recebeu 12.548 votos, 49,1% dos válidos), e o terceiro, José Alcino Cosedey Nascimento, que recebeu 2.224 votos ou 8,7% do total de válidos.

    Entao: entao a Maria Dib nao pode assumir se o Jose Renato perder o recurso porque serao necessarias novas eleicoes?

  13. Paduana Says:

    Ao :O eleitor
    Quero deixar claro que em momento algum disse que não sabia do comunicado da justiça eleitoral e que muito menos disse ser partidaria desse ou daquele candidato.
    Em minha leigal e “burra’ opinião acho que pelo fato do voto ser secreto me dou ao direito de não expor o meu .
    Portanto venho novamente diser o que antes ja comentei nesse blog, sou a favor de Pádua , do melhor para nossa cidade independente de quem seja o governante , apena acho que a população deveria ter uma resposta definitiva e não ficar nessa ignorancia coletiva e no meio desse disse- me -disse.

  14. bruno Says:

    Infelizmente ha pessoas que vem Aqui com o unico objetivo de espalhar o caos e desinformacao em beneficio proprio. Geralmente sao aquelas pessoas que sem argumentos partem para a ofensa. A maioria dos eleitores de Padua, 16000 que compoem a maioria dos eleitores decidiu nas urnas que nao desejam serem governados pela Maria Dib.

  15. Kurt Student Says:

    ê Povo desinformado…. Senhore(a)s, caso haja um “terceiro turno” em nossa cidade, seguindo as regras do nosso código eleitoral, os candidatos impugnados não poderão concorrer novamente. Quanto aos comentários da nossa amiga “Paduana” e da nossa amiga “Júlia”, sinto dizer que elas estão equivocadas. Nós paduanos somos seres humanos sim, porém, gostaria de lembrá-las de que acima de tudo, como cidadãos que somos, temos que cumprir aquilo que dita a Lei. Não sou partidário nem de A e nem de B. Aguardemos porém com calma a decisão final do TSE.
    Quanto ao nosso amigo “Eleitor”, os comentários que fiz a respeito de nossas amigas servem pra você também. Tenhamos pois calma e serenidade.
    um grande abraço

  16. Eu.... Says:

    Bem.. só uma informação… o candidato José Renato Padilha não teve a candidatura impugnada… no caso da chapa “Pádua não pode parar” o que ocorreu foi uma intepestividade no processo de troca dos vices… Ou seja, caso ocorram novas eleições a chapa poderá concorrer sim….

  17. Um eleitor de Pádua Says:

    Prezados,

    Estão equivocados em alguns dados:

    1) Os votos dos candidatos que tiveram suas candidaturas não podem ser somados , tem que atingir 50% + 1 ( SÓZINHOS ).
    2) Para se ter uma nova eleição só são condiderados os votos de Nulidade de Eeleição ( fraudes, compras de votos, etcc ) o que não é o caso de Pádua.
    3)O problema do Sr. José Renato é de “INTEMPESTIVIDADE” , ou seja , perda de prazo dentro do processo, e olha que não foi uma vez só , foram mais vezes.
    4) Não é justo e a Justiça está vendo isso atentamente, que um candidato que ficou totalmente dentro da lei , sejam punidos em prol dos que cometeram estas irregularidades.
    5) quanto ao voto de soberania ( população quiz tal candidato através do voto ), é para ser devidamente analizado , pois podem entrar no site http://www.tse.gov.br , que vcs verão que diversos , isso mesmo diversos… candidatos que tiveram a maioria dos votos estão sendo CASSADOS pelo TSE . Se o TSE não está levando isso em conta nas suas decisões , porque nós simples mortais deveríamos levar.

    Um abraço

  18. junia magalhaes de almeida Says:

    hoje, dia 20, por volta da 19:00 hs. postei um comentário sobre as eleições em santo antonio de padua e enaltecendo a Maria Dib e as outroas Marias que enalteceram a politica no passado e presente. Mas o meu comentario simplesmente sumiu deste site ou blog. O que sera que houve com o meu comentário? Inspiração na se tem durante 24 horas por dia.

  19. jorgina Says:

    Há muito não há um concurso em Pádua, pq só agora resolveram lançar esse ? muito estranho, não acham ? os empregados na Prefeitura não têm onde sentar, estão dando testada uns nos outros … é uma vergonha … chega de Padilha, dê chance à Maria Dib, ela merece…

  20. Bruno Leite Says:

    A resolução do TSE n. 22.579/2007 determina que dia 13 de novembro fosse o último dia para o juiz eleitoral divulgar o resultado da eleição para prefeito, vice-prefeito e proclamar os eleitos. Assim fez a juíza da 34ª junta eleitoral, Drª Cristina Sodré Chaves. Nestes a candidata Maria Dib e o vice Josias Quintal de Oliveira foram considerados vencedores, provisoriamente.

    O caráter provisório da proclamação de Maria Dib se justifica pelo fato de ainda existir recursos interpostos em processos de registro de candidatura ainda pendentes de solução definitiva perante o TRE RJ dos candidatos da chapa “Pádua não pode parar” liderada pelo candidato José Renato Padilha.

    Em recente entrevista, Maria Dib esclareceu sua proclamação como prefeita.“Eu fui proclamada provisoriamente prefeita por que existem alguns processos pendentes na justiça eleitoral. Nossa candidatura está legalizada enquanto a deles não.” Entretanto conforme Ação Cautelar Nº 201 do Desembargador LUIZ FELIPE FRANCISCO ”o candidato – enquanto não transitada em julgado a decisão que lhe foi desfavorável – pode participar normalmente do pleito, em igualdade de condições com quem teve seu registro deferido.”.

    Hoje, as 18:31 no TER-RJ , o recurso da coligação “Pádua não pode parar” foi encaminhado para COORDENADORIA DE REGISTROS PROCESSUAIS, PARTIDÁRIOS E PROCESSAMENTO em juntada da Ação Cautelar Nº 201 do Desembargador LUIZ FELIPE FRANCISCO, com decisão mais provável prevista para a próxima segunda feira dia primeiro de dezembro.

    Fica claro que ainda há muito por acontecer ….o mais provável na minha humilde opinião é que indeferido o recurso do candidato Jose Renato, novas eleições serão convocadas, assim a maioria dos Paduanos, aqueles que não votaram na Maria Dib poderão exercer o direito de manifestar sua vontade novamente, em uma eleição com mais de um candidato apto, podendo escolher um e dando vitória legitima e incontestável a um candidato com mais da da metade dos votos válidos.

  21. Eduardo Says:

    Engraçado, eu estava lendo em outro blog um comentário de uma pessoa que disse que se os Padilhas estão há mais de uma década no poder é sinal que alguma coisa boa eles fizeram…Será que muito tempo no poder é prova que alguém está fazendo alguma coisa boa?…Diante disso então começo a acreditar que Saddam foi enforcado injustamente…
    Quanto a quem vai ou não ser o próximo prefeito, acredito que vai ser aquele de direito…eleito na maioria dos votos? Ora bolas, uma coisa não justifica outra…Não posso dar ganho de causa a alguém que teve a maioria dos votos, mas a qualquer custo, sem levar em consideração as regras da lei. Não estou tomando partido, acho até que o justo seria ter outra eleição, e que vença aquele que o povo escolher, mas que esteja em dia com suas obrigações. Afinal, quem precisa de um líder, uma autoridade que não dá o exemplo…

  22. Leonardo Says:

    Boa noite a todos, essa vergonha que esta acontecendo em várias cidades, só tem uma única culpada que é a Justiça Eleitoral do nosso País, é uma vergonha a nossa Justiça, sem critério nem decisão.
    Na minha opinião nunca poderia haver outra eleição, pois os votos que a justiça quer considerar nulos, na realidade não são nulos, pois os eleitores foram as urnas votar em um candidato que estava la, seu nome, seu número e sua foto, e não foram la votar nulo, só podem considerar votos nulos aqueles que realmente o eleitor votou nulo, isso é um desrespeito com o eleitor. em fim a nossa justiça é uma vergonha.

  23. bruno leite Says:

    Leonardo,

    Nada é certo qto a nova eleição, mas não seria ainda mais vergonhoso se Pádua tivesse um prefeita eleita pela minoria dos votos em uma eleição de candidato único? Não seria vergonhoso se o Michel Mansur fosse o prefeito, como está hoje em prisão domiciliar?

    Há pessoas que vem aqui comentar, com uma predileção em especial por denegrir e ofender a situação, mas nada mais vergonhoso que a essa maior parcela da oposição, sob a coligação “Reage Pádua” que fez uma campanha baixa, sem nenhuma proposta e ainda reinvidicou um vitória sem a maioria dos votos e em desacordo com a lei.

  24. Eduardo Says:

    Certas pessoas enchem o peito pra falar em maioria dos votos como se isso fosse fator determinante para colocar e manter alguém no poder…Se fosse, jamais algum político seria afastado do seu cargo, afinal de contas eles são eleitos quase sempre na maioria dos votos. O cara aí em cima põe culpa na justiça, mas só tem um culpado nisso tudo: aquele que achou que poderia ser diferente para ele, que ele não precisaria cumprir os prazos, que no final das contas ele conseguiria contornar qualquer situação…afinal pra que $erve o poder que ele tem?… Esse negócio de maioria dos votos não funciona assim pessoal, do jeito que vocês acham que tem que funcionar. A maioria ter votado em determinado candidato não quer dizer nada, se quem manda no final é a justiça dentro do entendimento que tem do que está certo ou errado. Senão não precisaria de justiça eleitoral. A gente se juntava, sem controle nenhum de justiça alguma, escrevia num papel nosso voto e pronto. Se existe regras é pra serem cumpridas, se é apenas pela maioria dos votos…realmente não precisamos de justiça eleitoral. Leonardo, respondendo a sua pergunta: é claro que seria vergonhoso se o Michel Mansur fosse prefeito. Mas não é vergonhoso o Sr José Renato se tornar prefeito, apoiado pela situação, que colocou a cidade de Santo Antônio de Pádua como destaque nas matérias de vários jornais na operação uniforme fantasma por improbidade administrativa (traduzindo: desvio de verba pública)?
    Concordo e até aprovaria que tivesse outra eleição, mas jamais concordarei em permitir que alguém assuma o poder sem ter seguido as normas da lei. Prazo é prazo. A prova da prefeitura vem aí…tenta entrar pra fazer a prova depois do horário….Você pode alegar que pagou o boleto, quem sabe com essa justificativa você consegue entrar depois do horário…Ora bolas, as coisas tem que funcionar segundo suas determinações e não segundo as vontades particulares de pessoas com interesses próprios…

  25. Says:

    Muito bom! Esse blog é bom mesmo…

    Com a licença de vocês eu estou entrando.

    Bem! Acho que a maioria das opiniões, são apaixonadas, uns defendem o “maldito galo” e outros a “horrorosa coruja”. De fato a política de Pádua é uma política de pura idolatria (inacreditável) o povo odora um “bezerro de ouro”.

    Essa eleição de 2008 mostra duas coisas:

    Primeiro que a sociedade de Pádua (digo, Lions, Rotary, Maçonaria, Igrejas e outros) após 30 anos não teve a capacidade de fazer surgir novas lideranças. Isso é terrível e mostra o quanto essa nossa cidade que já foi bonita, está atrasada. Infelizmente o povo não tem pra onde correr, ou se mantém escravo a este sistema perverso do alcaide Nando e companhia ou se lançam em uma aventura supostamente desastrosa com a Maria Did. Em fim , continua a chaga de Padilha e Mansur…isso é muito triste.

    Segundo que o povo é muito pobre, digo, pobre mesmo, de dinheiro, de ética, de moral e até de espírito. Sim! É verdade. E dessa pobreza absoluta que o povo de Pádua deixou de dar a resposta necessária a essa quadrilha que saqueiam a prefeitura (Vocês, ainda tem dúvidas disso? Querem apostar que o Tarcísio volta pra Prefeitura se o Zé conseguir comprar a justiça e ser empossado?).

    A resposta seria a derrota, não do Zé Renato,mais do mentiroso Nando e de seus comparsas que se prevalecem nessa cidade não por que são mais inteligentes que os outros, ou águia, como alguns imbecis falam, mas por que, sobre tudo, o povo é muito fraquinho. Nós Paduanos somos uma vergonha e até preconceituosos com aqueles que lutam. Isso também é muito triste.

    Não importa quem esta lá dentro tanto quanto importa quem está aqui fora… essa gente faz o que fazem porque o povo é fraco não entende e nem querem entender, são papagaios que repetem o que seu donos falam. Não vejo ninguém falar em transparência da administração pública, por exemplo, que é um preceito constitucional importantíssimo que serve também como mecanismo fiscalizador. Aliás, o povo sabe do princípio de publicidade?

    Sabem nada… só sabem quem é “galo” e quem é “coruja” e assim continuam idólatras.

  26. junia magalhaes de almeida Says:

    Zé disse:
    Desembro 6, 2008 às 12;49 hs.

    Também faço uso dos Blogs.

    Entretanto passe para o blog “O TAPETÃO’.

    JUNIA

  27. adenilma Says:

    Tá aí!
    É uma vergonha para o povo paduano que paga seus impostos e trabalha dignamente sem precisar da política isso q acaba de acontecer no TRE!
    O pipocar dos fogos dos Padilhas é insuportável!
    Não a festa em si do vitorioso, entendam, mas saber q pode as falcatruas, os desmandos, os roubos, enfim, o uso da máquina administrativa e do dinheiro público em prol de alguns continuar, e ainda pior, serem escondidas todas as práticas vis e irresponsáveis acontecidas nessa administração é uma vergonha, me sinto lesada, roubada e ainda pelo TRE, injustiçada!
    Tens razão meu caro Bruno, vc tinha toda a razão, vc disse e anunciou o placar aqui e foi esse mesmo, vc disse q a vitória estava garantida e foi isso q aconteceu!
    Q Deus nos ajude!

  28. junia magalhaes de almeida Says:

    Ao Zé disse:

    Se o Tharcísio voltar é o mesmo que cuspir na cara do povo.

    Mas vamos nos lembrar que o nepotismo (as regras) contra abrangem

    os 3 poderes.

    Seria, então, o caso de cantar ou fazer: joga o sapato nele… joga o

    sapato nele… e por ai vai.

  29. Otony Francisco de Faria Says:

    É lamentável a incerteza que paira na vida dos eleitores,quando há choques de interpretação das leis, por ministros, homens que deveriam ajudar no esclarecimento das pessoas. Tudo bem,que o candidato de “pádua não pode parar”, teve mais votos. Entretanto a juíza eleitoral de pádua, colocou nas sessões avisos de que quem votasse em zé renato e ralf, estariam anulando os seus votos. A anulação dos votos decorre do não cumprimento da lei eleitoral. Ora, se a lei não foi obedecida,acabaram-se as esperanças. Na verdade não houve concorrente com maria dib,logo,sua candidatura foi a vitoriosa. Se não houvesse lei eleitoral,tudo bem, mas havendo, tem de ser respeitada. Aguardemos, sem paixão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: