Em nome do padre

o-padre

Qual seria a reação do cidadão se descobrisse, após anos de convívio com a companheira, num casamento estável, com filhos, que a cerimônia perante a Igreja Católica Apostólica Romana não tem valor legal? Isso porque o padre celebrante também se casou e, para a Igreja, o pároco não poderia exercer as funções. Pois aconteceu em Goiânia (GO) e vai dar dor de cabeça em 400 casais.

O padre Osiel Luiz dos Santos se casou com Cledma Maria de Castro em 1988. Da união “carnal” tiveram cinco filhas. Mesmo numa situação “irregular” perante a Igreja Católica, Osiel seguiu na celebração de casamentos e batizados. Agora, a Arquidiocese de Goiânia, emitiu comunicado que deve ser reproduzido nas igrejas, capelas e comunidades católicas da região sobre os procedimentos do padre de 62 anos.

A demissão do padre foi decidida, segundo as agências de notícias, em maio deste ano, mas só foi divulgada na última sexta-feira. Em nota à imprensa, o Vicariato da Comunicação da Arquidiocese informou que todo fiel que procurar o padre demitido para celebrar “torna-se cúmplice de seu ato irregular diante da Igreja”.

Atualmente, além de fazer celebrações (sempre fora das paróquias e capelas), Osiel administra uma escola em bairro na periferia de Goiânia. Ele anunciou que, mesmo com a demissão, continua a fazer suas celebrações. A Arquidiocese não informou qual o procedimento a ser adotado por quem teve o casamento considerado nulo pela Igreja.

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

Uma resposta to “Em nome do padre”

  1. basilio Says:

    O Sr. Osiel quando frequentou o seminário e estudou teologia, antes de ser ordendo, sabia de antemão:

    Art. 3 – Das Irregularidades e outros Impedimentos

    Cân. 1040 São excluídos da recepção das ordens aqueles que tem algum impedimento, seja perpétuo, a que se dá o nome de irregularidade, seja simples; nenhum impedimento se contrai além dos contidos nos cânones seguintes.
    Cân. 1041 São irregulares para receber ordens:
    1° quem sofre de alguma forma de amência ou de outra doença psíquica, pela qual, ouvidos os peritos, seja considerado inábil para desempenhar devidamente o
    ministério;
    2° – quem tiver cometido o delito de apostasia, heresia ou cisma;
    3° – quem tiver tentado matrimônio, mesmo somente civil, quer seja ele próprio impedido de contrair matrimônio em razão de vínculo matrimonial, de ordem
    sagrada ou de voto público e perpétuo de castidade, quer o contraia com mulher ligada pelo mesmo voto ou unida em matrimônio válido;
    4° – quem tiver praticado homicídio voluntário, ou provocado aborto, tendo-se seguido o efeito, e todos os que tiverem cooperado positivamente;
    5° – quem tiver mutilado a si próprio ou a outrem grave e dolosamente, ou tenha tentado suicidar-se;
    6° – 0 quem tiver exercido um ato de ordem reservado aos que estão constituídos na ordem do episcopado ou do presbiterato, não a tendo recebido ou estando
    proibido de exercê-la devido a pena canônica declarada ou infligida.
    Cân. 1042 São simplesmente impedidos de receber as ordens:
    1° – o homem casado, a não ser que se destine ao diaconato permanente;
    2° – aquele que desempenha um ofício ou tenha uma administração proibida aos clérigos, de acordo com os cân. 285 e 286, da qual deve prestar contas, enquanto
    não esteja liberado após deixar o ofício ou a administração;
    3° – o neófito, a não ser que já esteja suficientement e provado, a juízo do Ordinário.
    Cân. 1043 § 1. Os fiéis têm obrigação de revelar ao Ordinário ou ao pároco, antes da ordenação, os impedimentos para as ordens sagradas, dos quais tenham conhecimento.
    Cân. 1044 São irregulares para exercer as ordens já recebidas:
    1° – aquele que, estando sob irregularidade para receber ordens, recebeu-as ilegitimamente;

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: