2008…O ano está acabando!

Eleanor Roosevelt, ex-primeira dama dos EUA, segura cópia da Declaração Universal dos Direitos Humanos

Eleanor Roosevelt, ex-primeira dama dos EUA, segura cópia da Declaração Universal dos Direitos Humanos

O ano está acabando! Mesmo assim há espaços para comemorações. Hoje (10), por exemplo, completa-se 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Já tivemos outras datas redondas, como os 40 anos do AI-5, que está sendo motivo da série de reportagens especiais nO Globo. Tivemos também os 20 anos da Constituição Cidadã. E por aí vai…

Como hoje se comemora os 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, este Diário de Bordo destaca o assunto. O texto do sítio G1 trata melhor o tema: No dia 10 de dezembro de 1948, 58 Estados membros da Assembléia Geral da ONU assinaram, em Paris, um documento que marcaria a história dos direitos humanos no mundo. A Declaração Universal dos Direitos Humanos definiu, por escrito, o que todo homem tem direito ao nascer.
 
Em 30 artigos, o texto enumera os direitos humanos, civis, econômicos, sociais e culturais “inalienáveis” e “indivisíveis”. Na época, a maioria dos países aprovou o texto, com exceção da União Soviética, dos países do Leste europeu, da Arábia Saudita e da África do Sul, que se abstiveram.
 
Inspirada na declaração francesa dos direitos humanos e do cidadão, de 1789, e na declaração de Independência dos Estados Unidos, de 1776, a carta tem em sua origem o trauma provocado pela Segunda Guerra Mundial e pelo genocídio nazista.

As tragédias humanitárias da primeira metade do século XX também ajudaram a formar o clima para a elaboração de um documento fixo sobre o assunto. Como diz a pesquisadora Regina Célia Pedroso no livro “10 de Dezembro de 1948” (Companhia Editora Nacional): “resultantes de políticas autoritárias de base racista, os massacres [de armênios pelos turcos, em 1915, e de judeus pelos nazistas, durante a Segunda Guerra Mundial] sensibilizaram várias nações que, a partir de então, incorporaram os desígnios de defesa das minorias raciais”.

Anúncios

Tags: , , ,

Uma resposta to “2008…O ano está acabando!”

  1. Elton Pacheco Says:

    O Estado de Isarel também comemorou 60 anos este ano. E, hoje ao ver o Jornal Nacional, descobri pela Sônia Bridge que o relator dos direitos humanos era judeu. ELa não falou, mas eu entendi. As coisas agora fazem um pouco mais de sentido…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: