Garotos do “Amigos do Vôlei” conquistam o Brasil

Cristiano Costa

Leila e Ricarda, uma parceria perfeito (foto: Cristiano Costa

Dos campos de várzea para as quadras dos ginásios poliesportivos do Distrito Federal, três adolescentes – com idades entre 17 e 18 anos – descobriram que a prática do esporte tem importância na formação profissional e social. Como prêmio, subirão mais um degrau na busca da tão sonhada titularidade na seleção brasileira de vôlei, atualmente comandada por Bernardo Rezende, o Bernardinho. E, o ponto de partida para o trio candango foi, justamente, ter sido descoberto pelos “olheiros” do projeto “Amigos do Vôlei”, das ex-jogadoras Ricarda Negrão e Leila Barros – com o apoio do SESI-DF.

Cristiano Costa)

Alesson, Eduardo e Onerikis, promessas do projeto Amigos do Vôlei (foto: Cristiano Costa)

Eduardo Zardo, 17 anos, levantador; Onerikis Maciel Fernandes, 17 anos, ponteiro; e Alesson de Lima Santiago, 18 anos, central (meio-de-rede), expoentes do projeto, têm a oportunidade de seguir os caminhos traçados por Ricarda e Leila. Zardo foi convocado pelo técnico Percy Oncken, da seleção brasileira infanto-juvenil de vôlei. Fernandes fez teste e foi aprovado para integrar a equipe do Minas Tênis Clube. Enquanto Santiago, que também participou de uma “peneira” em Belo Horizonte, aguarda ansiosamente as negociações com um clube gaúcho.

Na última quarta-feira (14), no ginásio do SESI em Taguatinga, os garotos tiveram a oportunidade de encontrar Ricarda e Leila e, de quebra, ouviram palavras de incentivo para que treinem intensamente e consigam os objetivos traçados a partir do momento em que decidiram trocar o futebol pelo vôlei. Mas, Leila fez uma ressalva: que se dediquem também aos estudos. “A profissão estabelece uma carreira bastante curta. Eu, aos 37 anos, parei. Mas, fico bastante orgulhosa em saber que o projeto começa a dar bons frutos. O meu recado é para que nunca abandonem os estudos. Busquem conciliar o vôlei com a sala de aula”, diz Leila arrancando algumas lágrimas dos atletas e integrantes da ONG.

Cristiano Costa)

Leila diz que vai passar mais tempo em Brasília (foto: Cristiano Costa)

Emocionada, Ricarda aposta que o Distrito Federal pode se transformar num centro de referência do vôlei brasileiro. Vitoriosa, a dupla que já jogou na seleção feminina sob o comando do Bernardinho e conquistou títulos importantes, pretende que as revelações se encaixem nos grandes clubes nacionais. Mas, como destaca Ricarda, tornar-se jogador de vôlei não constitui o único objetivo do “Amigos do Vôlei”. “Claro que, num primeiro momento, as crianças e adolescentes que entraram para o projeto dizem que pretendem jogar na seleção principal do Brasil. Porém, temos diversas atividades que visam a formação do grupo”, afirma Ricarda.

Cristiano Costa)

Ricarda, Leila, os jogadores e auxiliares do projeto "Amigos do Vôlei" (foto: Cristiano Costa)

No ano passado, duas mil crianças e adolescentes passaram pelos projetos. Em 2009, a meta é atender 3,5 mil pessoas. A condição principal é que esteja matriculado na rede pública de ensino. E a permanência depende exclusivamente do boletim escolar. O bom aluno prossegue. Desempenho abaixo da média perde a oportunidade de seguir no “Amigos do Vôlei”. E como Leila define o projeto? “Um exercício da maternidade. Um filho que a gente acompanha desde o nascimento e quer vê-lo crescer, ganhar o mundo”, diz com a voz um tanto embargada.

Jogadores de vôlei

E o carinho de Ricarda e Leila para com os novos expoentes pode ser constatado no ginásio do SESI em Taguatinga. Após uma reunião no Ministério da Saúde, a dupla atravessou o Plano Piloto até a cidade em que foram descobertas pelo esporte para acompanhar o treino dos pupilos Eduardo Zardo, Onerikis Maciel e Alesson Santiago. Antes da chegada das ex-jogadoras, Zardo já está se preparando para entrar em quadra.

Cristiano Costa)

Leila e Ricarda entre as três revelações do "Amigos do Vôlei" (foto: Cristiano Costa)

Ele conta que recebeu com surpresa a notícia da convocação para a seleção infanto-juvenil que vai disputar o Campeonato Mundial da categoria, em agosto, na Itália. “Estava preparando as malas para viajar com a família para Arraial do Cabo [região dos Lagos do Estado do Rio]. E meu nome estava grafado errado na lista de 31 convocados para o teste. Mesmo assim, comemorei e estou me dedicando aos treinos para brigar por uma das vagas”, conta Zardo.

Porém, o levantador terá oportunidade de receber a visita dos pais. Saquarema, para onde embarca no início de fevereiro, fica a poucos quilômetros de Arraial. Mas o atleta sabe que tem uma missão difícil pela frente. Atualmente 15 jogadores integram o seleto grupo do infanto-juvenil. A janela se abriu em função de o técnico Percy Oncken ter plano de trabalhar com um plantel de 20 jogadores. Por este motivo, o teste.

Com o futuro encaminhado, o ponteiro Onerikis aguarda com ansiedade a hora de embarcar para Belo Horizonte. O atleta passou no teste do Minas Tênis. Enquanto não chega o momento do voo, o garoto treina intensamente. Ele e Alesson foram descobertos no núcleo do “Amigos do Vôlei” em Planaltina. De lá, para os treinos em Taguatinga foi um pulo. “Queria mesmo era jogar futebol. Só que não havia futuro para mim. Então, fiz o teste e passei a integrar a equipe. Agora, acho que é necessário dar mais espaço para o vôlei. É importante uma maior divulgação, não apenas os jogos das ligas e os das seleções principais”, diz Onerikis.

Com 2,02 metros de altura, Alesson admite que não obteria muita oportunidade com a bola nos pés. Assim como o colega de Planaltina, trocou as peladas e hoje tem no currículo a conquistas nas principais competições de vôlei do DF. “Quando comecei a jogar vôlei na cidade onde moro, encarava como uma diversão. Hoje, vejo o esporte como sendo uma profissão”, confessa.

O objetivo em comum é a seleção brasileira de vôlei. Todos avaliam que, o processo de renovação pelo qual passará nos próximos meses, será importante para a descoberta de novos jogadores. Por este motivo se esforçam nos treinos. Ouvem atentamente cada instrução passada pelos treinadores. E se espelham nas carreiras de Ricarda e Leila. “Sai daqui de Brasília e fui para o Minas, que considero a melhor escola para formação de jogadores. Sei do sonho destes meninos, pois passei por isso”, afirma Leila que, no decorrer a conversa, revela que não será desta vez que mudará de mala e cuia para o DF.

Ela conta que vem fazendo testes para a Rede Globo. O objetivo é ser comentarista ou comandar um programa de esportes. O projeto levou-a a adiar a vinda de vez para Brasília, mas, assegura que tudo foi feito em comum acordo com a parceira Ricarda: “Porém, assumi o compromisso de dedicar um tempo maior ao projeto. A cada mês, passarei pelo menos um ou duas semanas aqui”, revela.

Após a pausa para as fotos, os jogadores assumem posição no treino. Sabem que precisam transpirar muito para se profissionalizarem. E são cobrados. Como retribuição, o carinho e a atenção da dupla. “Aqui trabalhamos a técnica e a tática. O projeto ‘Amigos do Vôlei’ tem sido essencial para a minha formação no esporte e pessoal”, diz Zardo.

About these ads

Tags: , , , , , , , , ,

12 Respostas to “Garotos do “Amigos do Vôlei” conquistam o Brasil”

  1. Fique por dentro Levantadores » Blog Archive » Garotos do “Amigos do Vôlei” conquistam o Brasil « Diário de Bordo Says:

    [...] de Arraial. Mas o atleta sabe que tem uma missão difícil pela frente. … fique por dentro clique aqui. Fonte: [...]

  2. IRAILDE Says:

    ESSA GALERA E OTIMAAAA..PRINCIPALMENTE POR QUE CONHEÇO,UM DELES E MEU PRIMO O ONERIKYS E COM CERTEZA E UM MERECEDOR ESTAREI TOECENDO POR VCS…BJIMMM FELICIDADES E SAUDE..

  3. milena barros Says:

    EU GOSTO MUITO DELES

  4. William Says:

    Olá Amigos do Volei, estou precissando de atletas nasc. em 93, 94, 95 para jogar no La Salle em Aguas Claras. Prof. William 8123 80 10

    • ELIAS SOARES DA SILVA FILHO Says:

      olá,gosto muito de jogar volei,moro em JABOTICABAL-SP,atualmente jogo pelo colégio santo andré e quero mudar de time,nasci em 93 e gostaria de saber sua resposta.

    • ELIAS SOARES DA SILVA FILHO Says:

      gostaria de ser treinado por vc e espero pela sua resposta o mais rapido

  5. Taylla Says:

    Olá!
    Conheço bem essa galerinha aiii.. hehehehe..
    Oneriks, Alesson – Pessoas maravilhosas, jogam pra caramba, espero ve-los na seleção…
    Agora é ralar a camisa cada vez mais.
    Felicidades e que Deus ilumine o caminho de vcs.

  6. Kamilla karem Says:

    Ooi…
    soou a kamilla karem tenho 16 anos,moro em são sebastião jogava em um time de vôlei aqui mesmo na cidade mais o time acabou..
    quero muito treinar,mais não tenho onde pois tem escolinhas que so teim Homens e nao tem time onde eu possa entrar. espero um dia está sa seleção…
    meu tel e 33355632 ou 84945777(faalar com a Kamilla ou meus pais Adão Ou Neulice)
    bjOo espero que me chamem!vôlei minha vida minha paixão)*

  7. Adeilton Souza Says:

    Roberto,
    Adicionei a sua notícia no site do Amigos do Vôlei.
    http://www.amigosdovolei.org.br

    []´s

  8. nelson alves Says:

    ola tenho 17 anos jogo volei tem alguma categori para minha idade gosto muito de volei
    q queria poder ter uma oportunidade
    mel tel e 61 91345024

  9. Cristiano oliveira dos santos Says:

    oi tenho 12 anos e queria ser um grande jogador treno no sesi de levantador mais agora eu quero ser atacante de meio tel:61 84810245

  10. mavi Says:

    oi gostaria muito de participar telefone 08191529709

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: