Rio em chamas!

Um dos ônibus incendiados pelos traficantes sob observação de um policial (foto Estadão)

Um dos ônibus incendiados pelos traficantes sob observação de um policial (foto Estadão)

As imagens impressionam. A guerra entre traficantes e PMs no Morro da Mangueira, no Rio, produziu incêndio em quatro ônibus. Parecia um ataque de Israel ao povo palestino na faixa de Gaza. Ou o conflito em Bagdá. Ou um golpe mortal no Afeganistão. Ou a explosão de um carro-bomba numa rua movimentada de Bogotá. Nada disso. Era mesmo no Rio. Aliás, não vejo a capital fluminense diferente de outras regiões conflituosas.

As labaredas consomem os ônibus na Mangueira (foto O Globo)

As labaredas consomem os ônibus na Mangueira (foto O Globo)

Colocam fogo em lotações. Matam pessoas a luz do dia em Ipanema, o metro quadrado mais caro da cidade. A violência, que nos anos 70 e 80 era latente na Baixada Fluminense, chegou de vez aos bairros mais nobres. É de se lamentar que o Rio receba tamanho castigo. O clima de insegurança só tende a aumentar. E a população fica refém da bandidagem.

Dia desses conversava com um amigo de infância. Ele fez concurso para a PM. Passou. Trabalhou por vários anos. Aposentou-se. Disse-me que estava num supermercado no Grande Rio. Um cidadão o encarou. O meu amigo o prendera e o cara, em liberdade, tentava por todos os meios provar que ele (o meu amigo) – sem a farda – era PM.

Outra situação ocorreu num fórum. Durante audiência – ou seria instrução de julgamento – o meu amigo PM ficou frente a frente com um meliante que ajudará a prender. O acusado disse que poderia ser colocado em liberdade em pouco tempo e, se o meu amigo o tivesse agredido por ocasião da prisão, receberia o troco.

E não apenas os bandidos armados que imperam na cidade. Existem aqueles de colarinho branco, que se valem da boa-fé de uns para molestarem. Relembro uma opinião minha: deveria ter punição ainda mais severa para aqueles que roubam os cofres públicos. Eles, sim, estão matando criancinhas.

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

Uma resposta to “Rio em chamas!”

  1. Rodrigo de Araujo Says:

    Procuro sempre não enxergar imagens assim como coisas “normais” de nosso cotidiano. Os cariocas que me desculpem, mas eu como belo horizontino, embora tenha familiares no Rio, tenho ficado com receio de visitar a cidade.

    Ainda mais depois de saber que o crack está chegando com força nas favelas cariocas! Em Belo Horizonte o crack chegou há alguns anos, tornando as pessoas ultra violentas e desalmadas, coisa que certamente acontecerá na cidade maravilhosa, contribuindo ainda mais para o caos e a surrealidade urbana.

    Vivemos em um cenário de guerra, muito bem retratado em “Notícias de uma guerra perticular”, documentário que recomendo a todos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: