A teta

congressonacional

O Congresso Nacional é uma cidade maior do que muitos municípios brasileiros. Dizem que lá encontramos aquilo que se convêm chamar “espelho” da sociedade brasileira. Com todas as suas mazelas. A Câmara dos Deputados tem 513 parlamentares, sendo a maioria esmagadora composta por políticos vindos dos quatro cantos do País. O Senado abriga 81 políticos, mas apenas três foram eleitos com os votos daqueles cadastrados na Justiça Eleitoral do DF.

A imagem que ilustra o post é da construção do Congresso. Ou seja, tem mais de 50 anos. Claro que a sujeira que é mostrada pelos jornais e revistas, bem como aquelas que saem nas ondas dos rádios ou nos telejornais existe há mais tempo. Ela (a sujeira) é do tempo em que o Rio de Janeiro era a capital do Brasil. Ou seja, de longa data. Mas, somente agora, quando se joga m. no ventilador, a imundice começa a aparecer. Porém, não adianta muito, pois isso vai acabar em pizza.

Já imaginaram o custo de manter o Congresso para os cofres da Nação? A bagatela de R$ 6,3 milhões. Esta montanha de dinheiro resolveria problemas de saneamento básico, segurança, educação, etc e tal, em muitos municípios brasileiros. De acordo com números oficiais, cada deputado custa R$ 108,6 mil por mês ao contribuinte. Já um Senador sai por R$ 168,8 mil mensais. Com o mar de lama que se transformou as duas casas, o correto seria reduzir a quantidade de políticos. Se cortarmos 27 cargos de senadores e um terço dos deputados, a limpeza seria R$ 2,1 milhões.

E quanto mais idosos ficam os senadores, mas escândalos envolvem os respectivos nomes. No jornal O Globo, página 2, o jornalista Ricardo Noblat conta episódios ocorridos no Japão com maus administradores que se mataram. Noblat sugere que tal medida poderia ser tomada por políticos brasileiros. O texto é ilustrado com foto do presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB-AP). Mas, deve ser muito boa a teta que assegura emprego para os familiares. É preciso varrer o Congresso Nacional.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , ,

7 Respostas to “A teta”

  1. rejane Says:

    Concordo com o jornalista Noblat. Os políticos corruptos poderiam se matar. Assim livraria o nosso país do caos que está. Como a gente paga e paga bem a esses ladrões. É uma sujeirada só. Está na hora do povo brasileiro acordar.

  2. walmir Says:

    Nessa teta até eu quero “mamar”.
    Que vergonha!
    essa sujeira já vem de antes de terminarem a construção do congresso.
    Esse dinheiro todo que saí do bolso do povo seria muito bem aplicado em várias coisas como disse o jornalista Roberto. Pena que o nosso povo não toma uma atitude.

  3. gerson Says:

    Realmente manter o congresso é um preço muito alto que nós, povo brasileiro, temos que pagar.
    O pior que como o jornalista falou tudo acaba em pizza.
    A potencia que é nosso país ele já era para ser um país de primeiro mundo, se não fossem esses políticos sem escrupulos.
    É nessa hora que a gente vê o quanto eles nos tomam por ignorantes. Mentem para se elegerem e nós caímos feitos uns “patinhos”.

  4. rejane Says:

    A propósito continue nos brindando com suas matérias inteligentes. E quanto a essa matéria eu só esqueci de dizer uma coisa: está na hora do povo brasileiro ter vez e voz. Está na hora de mandar esses políticos para as grades.

  5. Juliana Says:

    Esse blog esta “estranho”, todas as mensagens entraram em cascata com intervalos de 5 minutos extamente entre si! Roberto, vc esta recebendo um “milho”, ou esta pagando para lhe postarem?

  6. juniamagalhaes de almeida Says:

    Roberto,

    Embora houvesse previsão antiga da contrução do “centro do poder”onde está, o Juscelino falou e não pensou que a distância afastaria a vigilância. Se ele, o poder, ainda estivesse no Rio de Janeiro tudo seria mais fácil. E, apesar, de ser acomodada (não sou mais criança e me aproximo da proteção do idoso) lhe juro uma coisa? Iria protestar nas Galerias.

    Leio os comentários no Noblat. Ele é sempre pontua muito bem as coisas em seus comentários. O POVO TEM QUE TER VOZ E SER OUVIDA.
    E na falta de voz, temos que colocar a imprensa como porta-voz da voz do povo.

    Políticos safados, que não se suicidam de vergonha das suas ações, só merecem uma coisa – CADEIA, sem direito a foro privilegiado. Isso é uma vergonha. São uns analfabetos. Durante uma entrevista que o tal deputado Sergio Moraes – deu no Programa do Jó (aliás o infeliz e cara de pau pediu ao Jó, é isso mesmo, o Jó disse explicitamente que ele o havia procurado) o Jó lendo um papel em que constava a palavra composta “legislação extravagante” o Jó não entendendo ou entendendo vira-se para a figura e pergunta? O que significa essa expressão? E o tal deputado (o povo que se lixe) respondeu: “não sei”. Dei gargalhadas…Se os homens que fazem as leis não sabem o que é sinal que alguns tem que ser lustrados, engraxados, para não demonstram tanta ignorância.

    O povo tem que ter voz e, enquanto isso não acontece, passei MINHA PROCURAÇÃO PARA A IMPRENSA.

    Seu blog é detestado por alguns, e incomoda. Não raras vezes pessoas tentam – avacalhar – mas não si intimide – continue no seu ideal de luta. E quem sabe com imprensa se “tornando a voz do povo” os crapulas que nos governem não se acovardem em futuro próximo.

  7. juniamagalhaes de almeida Says:

    gentileza ler: o Juscelino falhou (e não falou)

Deixe uma resposta para gerson Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: