A hora de mudar

flupaixao

Sempre tive por princípio defender mudanças radicais quando algo está errado. Não se trata de uma postura xiita, mas sempre é bom um freio de arrumação – como dizem no Nordeste – para colocar a casa em ordem. E, neste sentido, o Fluminense resolveu – até por ação dos opositores à atual diretoria – repensar o clube. O ponto desta explosão se deu com a infeliz entrevista do vice de futebol Tote Menezes sobre os planos do Fluzão para a série B. Foram declarações que classifico como sendo covardes. Como pode um dirigente entregar os pontos antes mesmo da última partida. Isso só aumentou as chacotas contra os torcedores.

Outra questão é achar que técnico de futebol vence jogo. Claro, as instruções, os esquemas táticos auxiliam muito. Mas, 95% das vitórias dependem do empenho daqueles que estão ente as quatro linhas, ou seja, no retângulo. Então, se o jogador não honra a camisa, não se empenha, dificilmente o resultado será a vitória. Há também as regalias a alguns jogadores que são injustificáveis e, por esta conjugação de fatores, ou seja, diretoria incompetente, contratações equivocadas e alguns poucos jogadores privilegiados estão desaguando no fracasso do Tricolor das Laranjeiras na atual temporada.

O Cuca – que pessoalmente não gosto do trabalho dele – chega como salvador a 16 partidas do término do Campeonato Brasileiro. A expectativa deste torcedor apaixonado é que ele consiga mesmo colocar ordem na casa e manter o time na primeira divisão. Concluída esta etapa, acho importante pensar em mudar a diretoria do clube. Roberto Horcades, que não sofreu ainda pedido de impeachment, pode dar lugar a Peter Siemsen, líder do grupo que faz oposição a Horcades.

Se isso realmente ocorrer, ou seja, a mudança de presidente, é importante um conjunto de medidas para que o clube não volte a sofrer problemas de gestão em 2010. A reavaliação do patrocínio da Unimed deve ser feita e alguns jogadores caros dispensados. Caso contrário, seguiremos neste pântano.

Obs. A partir de amanhã estarei de férias. Durante as próximas duas semanas tentarei fazer uma atualização deste espaço, mas não será com a mesma periodicidade que vinha sendo feita nestes 18 meses de existência do Diário de Bordo, período no qual recebeu mais de 270 mil visitas.

Tags: , , ,

Uma resposta to “A hora de mudar”

  1. rejane Says:

    Boas férias!!!!! Volte logo. Gosto de entrar no seu blog porque existem matérias inteligentes. Quanto ao Fluminense concordo com tudo que você disse.Agora , você tem que fazer que nem eu fiz quando o meu Vascão desceu: coloquei na minha cabeça que sou vascaína na primeira, na segunda divisão e até mesmo no campo de várzea.rsrsrsrsrs.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: