Rio seco

 

Hoje, quem passa pelas margens do rio Pomba, se defronta com o cenário desolador. A pouca água deixa à mostra as pedras. Em alguns trechos é possível até atravessar o rio sem a necessidade das pontes Paulino Padilha, Raul Veiga e Abel Malafaia. Aliás, a ponte de ferro continua fechada. As enchentes de dezembro do ano passado arrastaram parte da estrutura e o que se vê hoje são tapumes para as obras.

Um passeio até o Clube Social – bem no centro da cidade de Pádua – permite ao visitante visualizar os estragos ocorridos com as cheias. Hoje pela manhã, um senhor insistia em pescar entre as pedras no meio do rio Pomba. Os “pescadores” de plantão dizem que uma represa antes de chegar à cidade é uma das causas do leito vazio. Mas, o calor que perturba os moradores também colabora ainda mais com a situação.

À noite, eu recordava que, não faz muito tempo, as famílias das cidades do interior fluminense – em especial desta região – mandavam os filhos – rebentos – para Niterói. Concluído os estudos por estas bandas, tentavam as faculdades de Medicina, Direito e Engenharia – não necessariamente nesta ordem. Atualmente, os filhos mantêm este fluxo, mas com menor intensidade. Alguns vão para Campos ou Macaé com o objetivo de serem pastores. E as filhas? Isso é uma outra história.

As meninas ficam por essas bandas. Há um campus avançado da UFF (Universidade Federal Fluminense) e uma faculdade que oferece cursos a preços bastante salgados. São as parcas opções. Mas atraem gente de outras cidades aqui do Norte Fluminense. Traduz-se na opção para aqueles que desejam colocar as mãos num diploma e não têm condições de estudar em faculdades mais bem avaliadas pelo Ministério da Educação.

Sinto que é necessária uma escola técnica. Com o advento do pré-sal, a Petrobras e outras empresas demandarão mão de obra especializada e, por esse motivo, investir no ensino profissionalizante é a solução mais viável para a formação dos jovens da região. É preciso a mobilização política para incluir o município no mapa daqueles que abrigarão tais cursos técnicos. Em 2010 teremos eleições. A sociedade precisa se mobilizar neste sentido.

Tags: , , , , , , , , , , , , ,

8 Respostas to “Rio seco”

  1. rejane Says:

    Concordo contigo. Pádua é uma cidade sem recursos para os jovens que almejam um diploma e uma carreira de sucesso. Escola técnica seria um bom começo.Se há mais de 20 anos já era ruim sair da cidade e vir para os grandes centros, imagine agora. Na firma que eu trabalho tem mais de 5 mil funcionários e um dia conheci um jovem que veio de Natividade. Ele deixou família pra traz para tentar a sorte. Um dia a gente conversando ele disse que não queria ter vindo. Ele vive triste longe de casa e da família, mas segundo ele, aqui ele encontrou emprego.

  2. walmir Says:

    Vc anda, heim!!!!!!! rsrsrsrs. Estive em Pádua umas duas vezes e foi muito. Cofesso a vc que, na época, o que pude perceber foi a falta de grandes indústrias. Uma pena!!! Sou carioca , mas tenho familia(irmãos, cunhadas e sobrinhos) em Rio Bonito(uma cidade do interior do estado), lá o prefeito da cidade(que já foi eleito por dois mandatos) tem uma política para dar empregos a população. Ele convida grandes lojas e supermercados para irem pra lá em troca de dar empregos para os moradores da cidade. Lá é uma cidade menor do que Pádua e lá tem Casas Bahia, C&A, etc. Um dia fiquei boquiaberto quando olhei para a faixada da prefeitura de Rio Bonito e vi toda a receita do município com suas despesas e o valor líquido do mês. Foi aí que eu tive a curiosidade de perguntar a um senhor o que era aquilo, ele disse: “isso é obra do prefeito Zé Luiz e exigência do povo”. Foi aí que eu acabei tendo a certeza que a união só faz coisas boas. Lá também teve enchente em dezembro e um dia em casa assistindo tv vi o prefeito de lá pedindo ajuda(chorando) ao governador. Passei a admirar este prefeito. Confesso a vc que eu queria que todos os políticos deste nosso país fossem assim. Só mais uma coisinha: sou carioca e como tal voto aqui(infelizmente votei em Eduardo Paes)rsrsrs.

  3. gerson Says:

    Não conheço a cidade de Pádua. Uma pena isso estar acontecendo aí. A natureza está pedindo socorro e hora da gente tomar certas providências.Não sou radical. Sou a favor do progresso, mas confesso que me preocupo com o futuro dos meus filhos .

  4. Victória Says:

    Walmir disse:

    O prefeito de Rio Bonito é o que se pode chamar de “Prefeito Modelo”. Se todos os prefeitos desse imenso Brasil agissem como ele teriamos um Pais modelo. Ele é uma dessas raríssimas exceções – governa para o povo e pelo povo. Respeita seus semelhantes pela confiança que lhe foi depositada e zela pelo dinheiro do contribuinte. O prefeito Zé Luiz (Rio Bonito) acabou de ganhar mais uma admiradora pelo seu trabalho junto ao seu Município. Votei no Gabeira mas infelizmente o Eduardo Paes ganhou… Que tristeza… Todo dia esse infeliz arruma um choque de ordem para extorquir dinheiro da população.

  5. romulo Says:

    O Rio Pomba está sofrendo com a nova barragem da UHE Barra do Braúna, localizada nos Municipios de Laranjal, Recreio Lepoldina e Cataguases. Nunca o nivel do rio esteve tão baixo como agora, e os pescadores fazem a festa numa pesca covarde retiram todos os peixes ao longo do nosso Pomba. Onde estão as autoridades para monitorar a pesca e os demais impactos ambientais dessa barragem. Será que ninguem vai tomar uma providência?? Acorda Pádua!!!!

  6. Bruno Leite Says:

    E’ responsabilidade do Ministrio Publico apurar a denuncia e requerer investagacao da policia sobre a “seca” do Rio.

  7. Victória Says:

    Romulo disse:

    Segundo informações do colega acima a responsabilidade é do MP apurar a denúncia e requerer investigação policial. Mas a denuncia deverá ser feita por alguém ou por alguma entidade, não? Se assim for sera que o Executivo ou o legislativo paduano não poderia oferecer a denuncia para que o MP investigue o quão prejudicial se tornou a barragem do Braúna? Saberia a resposta?

  8. Bruno Says:

    Qualquer pessoa ou entidade pode fazer a denuncia, até mesmo vc Victória Magalhaes. resta apenas ao MP ter motivacao ou nao…o fato é que ultimamente o MP anda somente atras das “causas” polemicas…procuradores geralmente gostam muito de dar entrevista.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: