Archive for the ‘concurso público’ Category

A Lina

agosto 18, 2009
Lina Vieira saiu-se bem do embate com senadores

Lina Vieira saiu-se bem do embate com senadores

Assisti trechos da inquisição da ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira pelo G1 e acredito que realmente aconteceu o encontro entre Lina e a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Os senadores aliados ao Palácio do Planalto tentaram desqualificar a ex-secretária com argumentos fracos. Tipo: a senhora não teve o registro na agenda, então a reunião não aconteceu. Ou, se a senhora disse que apenas duas pessoas sabiam da reunião (Lina e Dilma) quem teria contado aos jornalistas da Folha de S. Paulo?

(more…)

Anúncios

Dácio, o competente!

agosto 1, 2009

osiguais

Teria o desembargador Dácio Vieira, do TJ-DF, competência para conceder liminar em favor de Fernando Sarney – filho do senador Sarney – para estabelecer censura ao jornal O Estado de S. Paulo? A foto acima mostra que sim. Ex-funcionário do Senado Federal, Dácio Vieira já foi candidato ao cargo de ministro do STJ. Levou bomba por três oportunidades.

(more…)

Uma cervejinha

julho 31, 2009

cervejanacasabranca

A imagem percorreu o mundo. Nos jardins da Casa Branca, o presidente dos EUA, Barack Obama, conversa nesta quinta-feira (30) com o policial James Crowley (segundo a partir da direita), o professor Henry Louis Gates Jr (segundo a partir da esquerda) e o vice-presidente Joe Biden durante o que a imprensa americana está chamando de ‘cúpula da cerveja’ nos jardins da Casa Branca.

(more…)

O Suinado

julho 30, 2009

lulanacni

Dizem, nos corredores políticos de Brasília, que o presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB-AP), vai prorrogar o recesso parlamentar. O motivo é a gripe suína. E o colunista José Simão, na Folha de S. Paulo, chama aquela Casa Legislativa de Suinado, dirigida pelo Suiney. Os eleitores ficariam felizes, pois se houvesse uma pandemia no Suinado e espalhasse a gripe suína, o Senado seria renovado. E o pior: você sabe quem é o suplente do senador do seu Estado? Não. Então, o melhor remédio é esquecer a gripe.

E, para os escândalos do Suiney, segundo o mesmo José Simão, lenços de papel. Você puxa uma folha e vem três. Rarara! No mesmo jornal desta quinta-feira em Brasil, página A4, tem matéria em que a família Sarney é cobrada na Justiça por causa de uma dívida de R$ 12 milhões junto ao BNB (Banco do Nordeste do Brasil). Tem até dinheiro do FAT nesta jogada. Mas, a família nega.

Fico imaginando o Romário! Se ele fosse um Sarney, com certeza não estaria passando pelas enrascadas judiciais. O cara construiu um patrimônio e, agora, vê tudo ruir. Então, em vez dele afirmar que não matou Michael Jackson e nem trouxe a gripe suína para o Brasil, deveria assumir que é filho do Sarney. Só eles se livram as encrencas.

Uma péssima notícia para a mídia. Sarney alinhava um pedido de renúncia da Presidência do Senado. Teria até conversado com Lula, mas o martelo somente deve ser batido na próxima semana, se a gripe suína não avançar. Fora da Presidência, Sarney quer que a mídia o esqueça. Será?

Os conflitos

julho 20, 2009

Fachada do Palácio dos Leões, sede do governo do Estado do Maranhão

Fachada do Palácio dos Leões, sede do governo do Estado do Maranhão

Neste País prevalece a máxima: o Poder Judiciário só vê aquilo que é conveniente. Senão, observamos os últimos acontecimentos ocorridos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que cassou os mandatos dos governadores Cássio Cunha Lima (Paraíba), Jackson Lago (Maranhão) e Marcelo Miranda (Tocantins). O ato intervencionista do TSE frustra o eleitorado que em maioria esmagadora escolheu estes políticos.

A situação se complica quando aqueles políticos alçados aos palácios em substituições aos afastados também têm fichas-sujas. O mais importante exemplo vem do Maranhão. A atual governadora Roseana Sarney é motivo de processo pela mesma artimanha que condenou Lago. Porém, este caso específico caiu no “buraco negro” ou no “esquecimento”. Isso sinaliza para a população a parcialidade.

Se o tribunal estivesse julgando de modo sério teria procedido da seguinte maneira: colocar num mesmo procedimento todos os casos. Ou seja, aquelas acusações levantadas contra todos os candidatos. Com isso, se faria justiça, ou evitaria colocar no poder um governador ilegítimo. Vejam o mar de lama no Maranhão. Muita sujeira.

Brasileiros e brasileiras

julho 17, 2009
No vazio do poder, Sarney discurso no plenário do Senado (foto Valter Campanelo/ABr)

No vazio do poder, Sarney discursa no plenário do Senado (foto Valter Campanato/ABr)

Saiu do prelo a última obra do presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB-AP), que vem a ser o discurso nesta sexta-feira vazia no plenário do Senado Federal. Economizo no texto de abertura para que todos os leitores possam desfrutar a íntegra da obra literária de ficção.

(more…)

Notícia velha

junho 25, 2009
Fortes revelou que as contas do Senado são legais

Fortes revelou que as contas do Senado são legais

Vasculho a internet nesta manhã de quinta-feira (25) no pós São João e descubro que as contas secretas do Senado foram esclarecidas pelo primeiro-secretário Heráclito Fortes (DEM-PI). São consideradas legais segundo notas do Prodasen, o centro de processamento de dados daquela casa legislativa. Os R$ 3,7 milhões estão em duas contas na Caixa. Uma delas é usada para arrecadação e a outra, de poupança, recebe recursos por serviços prestados a outros órgãos públicos. Segundo o Prodasen, a medida é autorizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

(more…)

Lula III

junho 19, 2009

luladilma

 

Os políticos que ainda acalentavam o sonho do terceiro mandato para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva podem esquecer. Pelo menos era o que informava na noite passada o deputado federal Tadeu Filippelli (PMDB-DF), presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), nos salões da casa Brasília Hall. O deputado comentava na festa que marcou o lançamento do novo Correio Braziliense que a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) Lula III vai para o arquivo.

 E entre os convidados, Filippelli lamentava a ausência de jornalistas que pudessem reproduzir a matéria. Enquanto isso, os convidados do Correio chegavam para o evento. Em pouco tempo o tema ganhava os salões. Porém, não tenho a dimensão da medida a esta hora do dia. Se a mídia irá ou não assimilar o fato. No entanto, os leitores do Diário de Bordo terão esta informação fresquinha.

 A festa em si do Correio foi uma oportunidade para rever amigos. Profissionais que trabalharam comigo em outras ocasiões. A proposta editorial é bem interessante: dar mais espaço para Cidades e Esportes. O caderno com o noticiário local vai ganhar com mais informação. O jornal traz as novidades no próximo domingo (21).

Em tempo: A decisão do Supremo que acabou com a exigência do diploma de Bacharel em Comunicação Social para o exercícioda profissão de Jornalista fo outro assunto nas rodas de coversa, bem como a enrrascada na qual se meteu o presidente do Congresso, senador Jsé Sarney (PMDB-AP).

CPI do Senado

junho 17, 2009
Sarney dividiu as responsabilidades com senadores e funcionários do Senado

Sarney dividiu as responsabilidades com senadores e funcionários do Senado

A raposa felpuda José Sarney, presidente do Senado, pode ter dado – literalmente – um tiro no pé ao dividir com todos (inclusive funcionários) as responsabilidades dos escândalos envolvendo aquela Casa Legislativa. Com o objetivo de cessar os ataques das últimas semanas, o dono do Maranhão e do Amapá, ocupou a tribuna do Senado se colocando como uma das vítimas. E o cidadão deve pensar o seguinte: como o Senado se julga no dever de investigar os outros se comete erros dos mais escabrosos?

(more…)

A solidão do poder

junho 12, 2009
Serra e Lula firmam acordopara 2010? foto Celso Junior/AE. Os outros fotógrafos vacilaram?

Serra e Lula firmaram acordo para 2010? foto Celso Junior/AE. Os outros fotógrafos vacilaram?

Demorei. Vaticinei. Imaginava outra foto (aquela que ocupa a primeira página do Estadão de ontem) para ilustrar este texto. Do mesmo Celso Junior, a imagem acima também pode ser observada como um registro digno de véspera do “Dia dos Namorados”. Muitos podem até torcer o nariz, mas como se falam pelos quatro cantos de Brasília, a reunião no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), na última quarta-feira (10), entre o presidente Lula e o governador José Serra (PSDB) foi muito mais do que uma simples conversa para tratar do rodoanel.

Com a popularidade de Lula e a preferência do eleitor por Serra, não me parece estranho se os dois estão combinando (ou combinaram) para 2010. Em política, nada deve ser considerado estranho. Até mesmo um acordo tácito entre Lula e Serra. Ainda mais com a rejeição elevada de Dilma Rousseff. Se a eleição fosse hoje, 40% dos eleitores não votariam nela. É coisa para pegar o boné e ir para casa. Mas ela é “pau mandado”. Sustentará a “vontade” do chefe até o começo do próximo ano.

As mesmas pesquisas dizem o seguinte: se não for Serra, será Ciro Gomes (PSB). E isso o Planalto não quer. O PMDB não quer. O PSDB não quer. Mas, percebam que o partido do Ciro, ou do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, vai crescer igual a foguete nas próximas eleições. A mesma pesquisa diz que se Serra não for o candidato dos tucanos, Ciro leva. O arroz de festa e governador de Minas Gerais, Aécio Neves, o queridinho da mídia do Sudeste, não decola. Aliás, o neto de Tancredo Neves tem serviços prestados para a mídia tupiniquim nos tempos de FHC. Este namoro (Lula e Serra) vai longe!

Obs. Dizem as más línguas que  Sarney (José) está gagá. Quem manda lá é o filho Agaciel Maia. E o fofão Heráclito Fortes…