Posts Tagged ‘Ciro Gomes’

Cadê Marisa?

setembro 26, 2009
Marisa é só um braço ao lado de Michele Obama. Rarará!!!!

Marisa é só um braço ao lado de Michele Obama. Rarará!!!!

A foto acima causou a maior indignação na reunião do G-20 em Pittsburgh, nos Estados Unidos. Imaginem leitores amigos, a primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva foi cortada da foto oficial com as primeiras-damas dos chefes de Estado que integram o referido bloco. Conclusão: ela não é nenhuma Brastemp! A imagem rodou o mundo. A sra. Lula só aparece com o braço. Reparem bem! Até mesmo os sítios e jornais tupiniquins publicaram só um pedaço da nossa primeira-dama. Aliás, já é alguma coisa para quem não é coisa alguma! Vão pedir ao chanceler Celso Amorim para protestar na ONU! Mas, O Globo deu! Digo, a foto nas páginas internas (Economia).

(more…)

Anúncios

A pesquisa

setembro 22, 2009

oscinco
Acabei de folhear o calhamaço (65 páginas) produzido pela MCI em cima da pesquisa CNI-Ibope. Foram feitas 2.002 entrevistas entre 11 e 14 de setembro em 142 municípios. O que se apurou é que o presidente Lula está surfando em ondas cada vez mais altas e sua pré-candidata (Dilma Rousseff) começa a perder espaço para o deputado Ciro Gomes (PSB-CE). Mas, o governador José Serra parece ser o principal candidato a suceder Lula no Palácio do Planalto. Quando o candidato tucano é o governador Aécio Neves, a cadeira vai para Ciro.

O documento aponta também avaliação da população com relação às questões econômicas: 85% dos entrevistados acreditam que 2009 será um ano muito bom ou bom. Apenas 11% avaliam o ano como sendo ruim ou muito ruim. Outro detalhe: na pesquisa de março, 68% dos que responderam ao questionário previam que o desemprego iria aumentar. Hoje, o resultado cai para 40%. É a prova cabal do otimismo dos brasileiros.

Ainda sobre as questões de economia interna, a população aposta num declínio da inflação. E no aumento da própria renda. Ou seja, acha que terá mais dindin até o final do ano. Os entrevistados apontaram também uma lista dos principais problemas a serem enfrentados pelo próximo presidente: saúde (59%), educação (44%), emprego (35%); segurança e violência (30%).

Os pesquisadores indagaram também sobre as notícias mais lembradas referentes ao governo Lula. A onda do pré-sal ficou no topo, com 16% dos entrevistados lembrando o assunto, cabendo a segunda posição para os escândalos do Senado (leia-se José Sarney) e a compra dos caças franceses. A leitura que se faz é que Sarney, aliado desde criancinha do presidente Lula, não contaminou a popularidade do presidente sindicalista.

Quem se interessar pelo tema pode lê-lo no sítio http://www.cni.org.br.

O caseiro Palocci

agosto 27, 2009

palocci fabio rodrigues pozzebom

O deputado Antonio Palocci (PT-SP) tem nos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) o destino político. Auxiliar mais importante no primeiro governo do presidente Lula, de quem foi articulador da campanha, Palocci se meteu em encrenca no episódio do sigilo bancário do fiel jardineiro Francenildo dos Santos Costa. Na ocasião, o deputado era poderoso no governo: ministro da Fazenda e frequentador da casa apelidada de “República de Ribeirão”, destinada à prática de saliências, Palocci teria pedido detalhamento da conta do jardineiro sob desconfiança de que Francenildo havia sido recompensado por passar informações aos partidos de oposição.

(more…)

A solidão do poder

junho 12, 2009
Serra e Lula firmam acordopara 2010? foto Celso Junior/AE. Os outros fotógrafos vacilaram?

Serra e Lula firmaram acordo para 2010? foto Celso Junior/AE. Os outros fotógrafos vacilaram?

Demorei. Vaticinei. Imaginava outra foto (aquela que ocupa a primeira página do Estadão de ontem) para ilustrar este texto. Do mesmo Celso Junior, a imagem acima também pode ser observada como um registro digno de véspera do “Dia dos Namorados”. Muitos podem até torcer o nariz, mas como se falam pelos quatro cantos de Brasília, a reunião no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), na última quarta-feira (10), entre o presidente Lula e o governador José Serra (PSDB) foi muito mais do que uma simples conversa para tratar do rodoanel.

Com a popularidade de Lula e a preferência do eleitor por Serra, não me parece estranho se os dois estão combinando (ou combinaram) para 2010. Em política, nada deve ser considerado estranho. Até mesmo um acordo tácito entre Lula e Serra. Ainda mais com a rejeição elevada de Dilma Rousseff. Se a eleição fosse hoje, 40% dos eleitores não votariam nela. É coisa para pegar o boné e ir para casa. Mas ela é “pau mandado”. Sustentará a “vontade” do chefe até o começo do próximo ano.

As mesmas pesquisas dizem o seguinte: se não for Serra, será Ciro Gomes (PSB). E isso o Planalto não quer. O PMDB não quer. O PSDB não quer. Mas, percebam que o partido do Ciro, ou do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, vai crescer igual a foguete nas próximas eleições. A mesma pesquisa diz que se Serra não for o candidato dos tucanos, Ciro leva. O arroz de festa e governador de Minas Gerais, Aécio Neves, o queridinho da mídia do Sudeste, não decola. Aliás, o neto de Tancredo Neves tem serviços prestados para a mídia tupiniquim nos tempos de FHC. Este namoro (Lula e Serra) vai longe!

Obs. Dizem as más línguas que  Sarney (José) está gagá. Quem manda lá é o filho Agaciel Maia. E o fofão Heráclito Fortes…

A lição das urnas em 2008

outubro 28, 2008

Apesar de tentar desvincular os resultados das eleições municipais ocorridas neste mês de outubro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva me parece consciente que as respostas advindas das urnas eletrônicas já traçam perfis de eventuais aliados e opositores na briga pela Presidência da República em 2010. Lula, quando tenta separar os dois momentos eleitorais – 2008 e 2010 – usa como um dos argumentos o fato de que o eleitor centralizou as discussões nas questões locais.

Mas, justamente, a partir daí que se amplificam os problemas. Os municípios dependem em maior escala da União. E os prefeitos eleitos – e muitos reeleitos – com certeza terão poder de influir no direcionamento dos votos dentro de dois anos. E por qual razão tenho esta leitura? Porque o presidente Lula – até o cenário atual – não poderá disputar mais um mandato, embora haja articulações neste sentido ou até mesmo para permitir mais dois anos de mandato para ele, o que beneficiaria outros políticos.

(more…)