Posts Tagged ‘Libertadores’

Inexplicável!!!

julho 3, 2008

Como explicar a perda da Taça Libertadores nos pênaltis? Não tem nenhuma razão plausível. Tínhamos o melhor time. Fizemos o melhor jogo. Viramos o placar adverso. Fomos para a prorrogação. Então, vieram as cobranças de penalidades máximas. Os cinco jogadores do Fluminense eram experientes. O Maracanã estava lotado. Do outro, milhões de torcedores faziam figa. Todos os ingredientes para matar qualquer cidadão do coração. Thiago Neves – o nome do jogo com três belos gols – perde. Conca, perde. Cícero faz. Washington perde.

Fim da linda festa. Ânimos mais exaltados. Jogadores cabisbaixo. O que poderia ser uma conquista histórica, colocar a comissão técnica na galeria do tricolor, acabou num fiasco. E quando teremos outra oportunidade? Vai ser difícil. O time deve ser praticamente desmontado. Alguns jogadores vão para o exterior.  Agora, deve-se mirar o Brasileirão. O Goiás será o próximo adversário. O time goiano está na vice lanterna do campeonato e que tem o Fluzão na última colocação. Agora, é bola para frente!

Anúncios

O Flu-River

junho 4, 2008

Facundo, neto do cardiologista Francisco Constantini, aparece na capa do jornal argentino Olé com a camisa do Flu-River, nova sensação dos torcedores que estão secando rival Boca. Hoje à noite, o garoto entra no Maracanã de mãos dadas com o atacante Washington. Trata-se de partida decisiva da Taça Libertadores.

Enquanto isso, Thiago Neves diz que os portenhos do Boca vão sentir o peso da torcida pó-de-arroz que comparecerá em peso no estádio Mário Filho. São esperados mais de 70 mil pessoas para assistir ao jogo. Ontem, no último treino, houve até cobrança de pênaltis.

Empate heróico

maio 29, 2008

A noite de quarta-feira foi marcada pelo futebol. Tratou-se das três pelejas válidas pela Libertadores (Fluminense e Boca Juniors) e Copa do Brasil (Corinthians e Botafogo – Vasco e Sport). A partida em Buenos Aires terminou em 2 a 2. Foi um empate heróico conquistado pelo Fluzão com gols de Thiago Silva e Thiago Neves. Os gols da equipe argentina foram de Riquelme. Agora, outro jogo acontecerá no Maracanã para definir qual equipe segue para a final da competição continental.

As partidas pelas semifinais da Copa do Brasil terminaram em cobrança de pênaltis. Edmundo do Vasco perdeu e colocou o Sport para a grande final. No Botafogo, Zé Carlos bateu o último da série de cinco pênaltis e o goleiro Felipe defendeu. O treinador Cuca pediu demissão do Botafogo.

Boca e Cruzeiro, o jogo da tarde pela Libertadores

abril 30, 2008

Boca Juniors e Cruzeiro é a principal atração da Copa Libertadores neste fim de tarde (17h40 – horário de Brasília). O time mineiro vem de uma goleada sobre o Atlético e tem na partida com os argentinos a decisão de quem irá para as quartas-de-final do certame sul-americano. Talvez, esse seja um jogo difícil para a Raposa nessa fase mata-mata. A partida de volta ocorre no dia 7 de maio, no Mineirão.
Outros três clubes brasileiros entram em campo. O Fluminense faz o primeiro jogo contra o Nacional de Medellín, o Flamengo pega o América (México) e o São Paulo entra em campo contra o Nacional do Uruguai. Amanhã, Santos e Cucutá, também da Colômbia.
Enquanto isso, a Copa do Brasil traz um jogo importantíssimo para as pretensões do  Corinthians, que este ano disputa a Série B do Campeonato Brasileiro. Às 21h45, o time de Mano Menezes joga contra o Goiás. Em Goiânia – Serra Dourada – a equipe perdeu por 2 a 0.
No final de semana, as decisões estaduais prometem. Palmeiras e Ponte Preta, Flamengo e Botafogo, Internacional e Juventude. O Cruzeiro está com as mãos na taça após os 5 a 0 sobre o Galo.

Libertadores 2008, Fluzão e Nacional de Medelin

abril 29, 2008

O futebol é uma paixão que move o brasileiro. Comigo não seria diferente. E a minha paixão é o Fluminense, o tricolor das Laranejras. Lembro que estava em Paris, em março, com a camisa oficial do tricolor, e um parisiense soltou essa: “Diga aí Tricolor das Laranjeiras”. Foi legal. Agora, voltando o foco para o jogo Fluminense e Nacional. Embora não esteja em Medellin, na Colômbia, mas acompanho do Brasil as notícias que estão sendo produzidas por lá. O técnico Renato Gaúcho já definiu a escalação do time para o jogo desta quarta-feira (30), às 22h (horário de Brasília), contra o Atlético Nacional, no Estádio Atanasio Giradot. A novidade foi a inscrição do jovem Alan no plantel do Fluzão que segue firme na Libertadores. Pelo que assisti no jogo contra o São Paulo, partida disputada em pleno Morumbi, o Nacional é parada dura. Aliás, para um time que aposta na Libertadores, não tem adversário fácil. Todos são difíceis. Ainda mais quando se investe numa competição internacional do porte da Libertadores.
Fluminense: Fernando Henrique, Gabriel, Thiago Silva, Luiz Alberto e Junior Cesar; Ygor, Arouca, Conca e Thiago Neves; Cícero e Washington