Posts Tagged ‘militares gays foram levados para Base Aérea’

Os sargentos gays do SuperPop

junho 5, 2008

O sargento Laci Marinho de Araújo, preso na madrugada de ontem (4 de maio), foi transferido do hospital militar, no centro de São Paulo, para Brasília. Laci foi detido quando concedia entrevista ao programa SuperPop, da RedeTV!, sobre o seu relacionamento homossexual com o também sargento Fernando de Alcântara de Figueiredo.

Segundo o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe), os militares, que têm relacionamento estável há mais de 10 anos, foram colocados num helicóptero e transferidos para a Base Aérea de Cumbica, no município de Guarulhos. Da base militar, Laci e Fernando teriam embarcado num avião da FAB com destino a Brasília. Provavelmente devem ter sido levados para o Hospital das Forças Armadas (HFA).

O Condepe anunciou que apresentará recurso ao secretário nacional de Direitos Humanos, Fernando Vanucchi, da Presidência da República, para que interceda junto ao ministro da Defesa, Nelson Jobim, em favor do sargento considerado desertor pelo Exército. Sobre o assunto, Jobim, que já foi presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), declarou à imprensa: “O problema não é a discriminação. A questão é verificar se o caso concreto se aplica às regras disciplinares do Exército.”

A mobilização que acontece entorno do caso do casal militar gay deve colocar o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) em cena. Ainda segundo advogados do conselho estadual há uma tentativa de contatar Suplicy para que o parlamentar venha a acompanhar o assunto.

O sargento Laci assumiu a homossexualidade em entrevista ao repórter Rodrigo Rangel, da revista ÉPOCA. A reportagem é assunto de capa da publicação paulista. Por causa disso, a produção do SuperPop convidou os militares a participarem de entrevista na noite da última terça-feira. Quase ao término da atração, a apresentadora Luciana Gimenez foi informada que o prédio estava cercado por tropas da Polícia do Exército (PE). Laci entrou em desespero, inclusive anunciando que se mataria.

Leia também no Diário de Bordo:

Exército baixa o pau no SuperPop

O Exército é SuperPop

Lula e o casal militar gay