Posts Tagged ‘Norte’

Chuvas de maio

maio 8, 2009
Lula sobrevoa a região inundada (foto Ricardo Stuckert - PR)

Lula sobrevoa a região inundada (foto Ricardo Stuckert - PR)

Março se foi e o país segue com as inundações. Depois de atacar o Sul – especialmente Santa Catarina – e o Sudeste, as chuvas agora marcam presença no Norte e Nordeste brasileiros.  O que se vê nos telejornais é a destruição. As cheias dos rios inundam cidades, vilas e lugarejos. Para a água, todos são iguais: ricos e pobres, idosos e crianças. Homens e mulheres.

Mortes. Famílias desabrigadas. Catástrofes. Estes acontecimentos levaram o presidente Lula a um sobrevoo nos estados do Piauí e Maranhão. Em solo, Lula visitou famílias que foram vítimas das enchentes. Regiões miseráveis, com taxas de IDH das menores do país, aguardam a presença dos governantes para a liberação de “verbas” públicas que podem recuperar estradas, pontes, pontilhões, etc e tal. Mas existem governantes que estão vendo na tragédia uma forma de engordar os bolsos. Todo cuidado é muito pouco.

Enquanto isso, uma boa parte da população se volta para o Influenza A (H1N1), ou popularmente gripe suína. A cobertura nos telejornais enche. As emissoras de tv disputam sobre qual canal fará a melhor cobertura. É uma insistência enorme. Isso só aumento o pânico na população. Os grandes jornais manchetaram, hoje (8), os casos de brasileiros contaminados pelo vírus da gripe do porco. E viraram as costas para as cheias no Norte e no Nordeste do país.

Anúncios

O fim do horário

fevereiro 14, 2009
A meia noite os relógios devem ser adiantados em uma hora

A meia noite os relógios devem ser adiantados em uma hora

 O horário de verão muda a rotina no dia-a-dia dos moradores das regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Confesso que este ano comecei a ter mais interesse em sair do trabalho com o dia claro. Mas tudo isso ocorreu em função de uma modificação no meu comportamento. A chegada do Waldick – o nosso labrador – tem me levado aos passeios noturnos (mas com o dia claro) pelas imediações do bairro. Acho que este é o benefício para milhares de pessoas que aprovam o adiantar do relógio em um hora.

Porém, quando chegarmos à meia noite deste sábado, devemos atrasar o relógio em 60 minutos e, deste modo, estaremos no mesmo horário dos estados do Nordeste e parte da região Norte. Para um país com dimensões continentais, termos diversos fusos horários é bem complicado.

O governo informou que a economia advinda desta edição do horário de verão chegou a R$ 4 bilhões. Também, com os efeitos a crise financeira mundial, muitas indústrias no país reduziram as respectivas produções, demitiram ou deram férias coletivas aos trabalhadores. Isso tem forte influência no consumo de energia.

Com a volta do horário normal, muita gente vai ter dificuldade em se adaptar. O organismo demandará mais alguns dias para que o relógio biológico compreenda a mudança.