Posts Tagged ‘presidente Georg W. Bush’

A favorita

maio 16, 2008

As notícias que dominam essa manhã de sexta-feira estão voltadas para o mundo. Talvez, por ser início de dia aqui no Brasil, ainda não é possível produzir os assuntos bombásticos que poderão invadir os sítios e/ou saírem publicados nos jornais impressos no dia seguinte. Em Israel, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, participou das comemorações dos 60 anos daquele país. Antes de seguir para a Arábia Saudita, Bush atacou um dos seus principais alvos no Oriente Médio: o presidente do Irã, Mahmud Ahmadineiad. Segundo o presidente norte-americano, Ahmadineiad quer levar aquela região para a época medieval. Bush prometeu defender Israel do terrorismo.

 
Bem longe do Oriente Médio, e mais perto do Brasil, em Lima (Peru), ocorrem os preparativos para a reunião de cúpula América Latina, Caribe e União Européia. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva prevê um clima tenso nesse encontro de chefes de Estado. Tudo isso porque a Interpol mostrou ligações entre as Farc e o presidente da Venezuela, Hugo Chávez. A análise do disco rígido de computadores dos “revolucionários” colombianos apontou o elo entre Chávez e a guerrilha. Isso deve ser suficiente para o incendiário venezuelano produzir discursos inflamados.

Dos Estados Unidos, o senador Democrata Barack Obama se antecipa e diz que o presidente Bush o acusa de “querer negociar” com terroristas. E Michelle Obama, mulher de Barack (ele foi estagiário dela num escritório de advocacia), vira alvo dos Republicanos do Tenneesse. Um vídeo que caiu no YouTube com o título de “Orgulhosa”, aponta-a numa reunião para arrecadar fundos para a campanha do marido Obama: “pela primeira vez na minha vida adulta estou orgulhosa do meu país.”

Isso mostra com clareza que a disputa eleitoral americana ficará polarizada entre John McCain e Barack Obama. A favorita senadora por Nova York Hillary Clinton teve sua candidatura bastante esvaziada nas últimas horas. Sem fundos para bancar a campanha pela indicação do Partido Democrata, a senhora Clinton tem dado os últimos suspiros com recursos próprios. Há quem acredite numa saída negociada deste cenário político. Porém, as velhas raposas da política avaliam que nesse campo é importante saber o momento de se recolher. E parece que a senadora ainda não descobriu que é chegada a hora.

A favorita da mídia norte-americana, como diria Mário Jorge Lobo Zagallo, vai ter que engolir Barack Obama. Se não houver qualquer acidente de percurso, coisa pouco provável, Obama vai com chances para bater o candidato John George W. McCain Bush. Claro que o Partido Republicano deve ter um monte de “dossiês” para atacar o principal adversário antes das eleições do dia 4 de novembro.

E dossiês também não faltam aqui em Brasília. A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, a  favorita tupiniquim, foi alvo dessas digamos maldades. O dossiê que vazou da Casa Civil direto para um assessor do Senado Federal ainda promete desdobramentos futuros.  Aqui no Brasil, o Democratas – não confundam com o Democrata americano – tem algumas cartadas.

Isso até parece novela da Rede Globo, só que vai ao ar no Jornal Nacional, noticioso que antecede os dramas de Aguinaldo Silva. Na ficção, o que tem interessado ao povo brasileiro, é saber os destinos das personagens que rondam a trama de “Duas Caras”. Então, um convite: assistam aos próximos capítulos.

Anúncios