Posts Tagged ‘Roberto Cordeiro’

Até breve!

outubro 17, 2009

Caros amigos,

Por razões pessoais que envolvem o meu trabalho e em consideração aos leitores, decidi suspender temporariamente os posts neste Diário de Bordo. Confesso que foi uma decisão muito dolorida para o coração e para a alma, pois neste período mantive uma estreita relação com todos aqueles que visitam este espaço. Sejam favoráveis ou contrários.

Entretanto, informo aos céticos que esta minha posição não tem qualquer relação direta ou indireta com o trabalho desenvolvido neste blog. Mas, as responsabilidades que assumo neste momento me impedem, por questões éticas, de prosseguir com a manutenção do Diário.

Afirmo também não tratar-se de uma despedida, pois poderei retornar a qualquer instante. Então, até breve!

Roberto Cordeiro

Os anjos

junho 30, 2009

anjos

O jornal O Diário do Norte Fluminense, de Campos dos Goytacazes, na edição desta terça-feira (30), publica artigo Os Anjos, deste blogueiro, que reproduzo aqui neste espaço. A nossa família passa por um momento de intensa emoção. A necessidade de domar um leão por dia. Mas, o Pai está sempre em observação e saberá a condução de seus filhos.

(more…)

As regras do blog

outubro 8, 2008

Acompanho desde o último domingo (5) os comentários mais amenos e aqueles mais acirrados aqui no Diário de Bordo. Uns defendem José Renato Padilha, outros, Maria Dib. Ocorre que o posicionamento de uns e de outros está passando dos limites. Quem ganhou a eleição em Santo Antônio de Pádua? Confesso que não esperava este tipo de comportamento. Claro, credito um pouco deste acirramento à minha aprovação de tais comentários.

Porém, serei mais criterioso daqui para frente. Espero não ser agredido. Também não irei revidar. Apenas excluirei os comentários que em nada acrescentem a este blog. Pensava num debate de idéias. Não no comportamento chulo e agressivo de alguns. Tomo essa iniciativa ao pensar em outros leitores – a maioria – que está acompanhando os post colocados aqui neste espaço.

Digo-lhes que conheço muito bem os dois lados. Aliás, os três. Há irregularidades por toda parte.  Aqui não se trata de um fórum ou um consultório de psicanálise para discutir frustrações. De minha parte, assumo o compromisso de seguir no acompanhamento dos fatos e narrá-los a todos. Não serei ácido.

Se alguns me conhecem, sabe do caminho que percorri para atingir o meu propósito de ser jornalista. Pauto-me pela ética. E é ela que tem prevalecido. Estou em Brasília onde trabalho para uma entidade que nada tem a ver com política. Mas, em 25 anos de atividades, acompanhei e fui testemunha de diversos acontecimentos que me dão um pouco de experiência profissional e como ser humano.

Aos que ficarem descontentes, lamento. Daqui em diante aceitarei apenas as críticas que tenham a ver com aquilo que foi postado no blog. É, no mínimo, ter respeito à imensa maioria que vem acompanhando os fatos pela internet, pelo Diário de Bordo. Agradeço a todos pela compreensão.

Roberto Cordeiro