Posts Tagged ‘visto para os Estados Unidos’

O visto

outubro 9, 2008

Vai ficar mais fácil obter visto para os Estados Unidos. O embaixador norte-americano no Brasil, Clifford Sobel, anunciou esta semana a realização de mutirão para atender ao cidadão com mais presteza. Há notícias que, em alguns casos, o postulante esperava até 90 dias para obter o aval de entrada nos EUA. O embaixador Sobel – segundo o sítio – anunciou investimentos de US$ 7 milhões para contratação de pessoal e aquisição de equipamentos.  O prazo de validade pode também ser ampliado: de cinco anos para dez anos.

(more…)

De volta ao samba

maio 13, 2008

Valho-me de título da canção de Chico Buarque para ilustrar a minha volta ao dia-a-dia de Brasília. Embora o retorno tenha sido ontem (segunda-feira, 12), o agito do resto da tarde não me permitiu postar nada. Então, nesse início de tarde de terça-feira em Brasília dedico-me a contar as últimas horas no Rio, na Áustria (opas! Embaixada da Áustria no Brasil) e a maior expectativa deste dia: as primárias de Virginia Ocidental.

Como dizia o esquartejador: vamos por partes. No Rio, sede do BNDES, o lançamento da Política de Desenvolvimento Produtivo, o programa de incentivo à indústria nacional, tomou grande parte do tempo. Com a participação de 10 governadores, 11 ministros de Estado, empresários, lideranças patronais e de empregados, políticos. Muitos políticos circulavam por lá.

No meio da tarde, o vôo para Brasília. Seguimos do Aeroporto Tom Jobim direto para o Aeroporto Juscelino Kubitscheck. Quase duas horas de tamanha angústia. Aqui na redação, a correria para escrever a matéria, enviar para os jornais, alimentar o sítio e ainda me preparar para a noite. Programa: jantar na Embaixada da Áustria. Uma nova viagem, desta vez virtual, permitiu o contato com aquele país.

Acabamos a noite no restaurante Universal Diner, aquele da moda em Brasília e ainda bastante freqüentado pela comunidade GLS. Mas nada que me intimidasse. Aliás, as tribos são bem legais. Acabei a noite já bem de madrugada numa conversa animada com minhas duas leitoras assíduas. A patroa já dormia o décimo sono. Com as novidades postas em dia, recolhi-me. Só que não estava mais no Fasano da Vieira Souto. Mas na confortável cama do meu lar.

E não houve tempo para esquentá-la. Mal o dia começou, já estava na cozinha preparando o café da manhã. Pena que não tinha aquele café do Fasano. Caro, mas com todas as opções para a primeira refeição do dia. Nada pra fazer, corri para o batente. Outra vez os austríacos. Rodada de negócios. Os empresários daquele país querem aumentar o fluxo comercial com as indústrias brasilienses.

E as notícias nos sítios vão do assalto sofrido pela apresentadora Hebe Camargo à decisão da Justiça de manter presos o pai e a madrasta de Isabella. Prometi que não ia entrar nesse tema, mas não teve jeito. Limito-me apenas ao breve relato. E só.

De Virginia Ocidental, a notícia mais interessante e motivo de alguns post no blog. A senadora Hillary Clinton vai vencer as primárias e conquistar o maior número de delegados. Como? Estão em disputa 28 delegados. Isso não é nada para quem necessita de muitos apoios e pelas contas que fiz, pelos exercícios matemáticos, não conseguirá superar o até então adversário, o senador Barack Obama.

Digo até então porque Obama já mudou a estratégia política. Ou seja, enquanto a senhora Clinton não anuncia oficialmente a desistência da indicação pelo partido Democrata, o senador por Illinois se comporta como o candidato do partido para enfrentar John George W. McCain Bush, em 4 de novembro.

Tudo que quero agora é agendar audiência na Embaixada dos Estados Unidos para conseguir o visto para aquele país. Tai: se algum eleitor de Hillary, Obama ou McCain puder me dar uma força, agradeço.