Archive for julho \31\UTC 2009

Maconha

julho 31, 2009

maconha

Mais uma foto inusitada. A PM de Alagoas descobriu uma plantação de maconha durante uma operação realizada na zona rural de Santana do Ipanema (AL). Cerca de dez mil pés da erva foram apreendidos e uma pessoa foi presa. A erva foi transportada em viaturas da própria polícia. De acordo com o promotor Luiz Tenório, a ação  envolveu o Centro de Inteligência do 7º Batalhão da Polícia Militar, que investigou a plantação durante 15 dias.

O proprietário do sítio, de 62 anos, estava no local e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia, onde confessou que era dono da plantação. Pela quantidade apreendida, segundo o promotor, a droga seria distribuída para traficantes da região.

Segundo a Secretaria de Defesa Social de Alagoas, em gravação feita pela polícia, é possível ouvir o depoimento do dono da plantação. “Sou nascido e criado neste sítio. Sempre plantei milho, feijão. Pra ver se eu conseguia controlar mais os problemas de dinheiro, eu fiz essa burrice.”

Anúncios

“Não votei no Sarney”

julho 31, 2009

lulafiesp

Apesar da proximidade, Maranhão e Amapá tem histórias bem diferentes. E a fuga do ex-presidente José Sarney para o Amapá se deu em decorrência da falta de espaço no Maranhão para que saísse candidato ao Senado tão logo deixou a Presidência da República e entregou a faixa a Fernando Collor. Naquela época, Sarney foi defenestrado por Epitácio Cafeteira, de quem voltou a ser amigo em 2006, apoiando Cafifa para o Senado. Cafifa foi eleito e empregou o neto de Sarney.

Agora, Lula – escudeiro de Sarney – disse em discurso que o presidente do Senado “não é problema meu, não votei no Sarney”. Lula diz que Sarney foi eleito senador pelo Maranhão. Errou. De propósito ou não? Será que Sarney perdeu o apoio ao atual amigo Lula? Em política, nada é definitivo. Tudo pode mudar em questão de minutos.

Uma cervejinha

julho 31, 2009

cervejanacasabranca

A imagem percorreu o mundo. Nos jardins da Casa Branca, o presidente dos EUA, Barack Obama, conversa nesta quinta-feira (30) com o policial James Crowley (segundo a partir da direita), o professor Henry Louis Gates Jr (segundo a partir da esquerda) e o vice-presidente Joe Biden durante o que a imprensa americana está chamando de ‘cúpula da cerveja’ nos jardins da Casa Branca.

(more…)

O Suinado

julho 30, 2009

lulanacni

Dizem, nos corredores políticos de Brasília, que o presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB-AP), vai prorrogar o recesso parlamentar. O motivo é a gripe suína. E o colunista José Simão, na Folha de S. Paulo, chama aquela Casa Legislativa de Suinado, dirigida pelo Suiney. Os eleitores ficariam felizes, pois se houvesse uma pandemia no Suinado e espalhasse a gripe suína, o Senado seria renovado. E o pior: você sabe quem é o suplente do senador do seu Estado? Não. Então, o melhor remédio é esquecer a gripe.

E, para os escândalos do Suiney, segundo o mesmo José Simão, lenços de papel. Você puxa uma folha e vem três. Rarara! No mesmo jornal desta quinta-feira em Brasil, página A4, tem matéria em que a família Sarney é cobrada na Justiça por causa de uma dívida de R$ 12 milhões junto ao BNB (Banco do Nordeste do Brasil). Tem até dinheiro do FAT nesta jogada. Mas, a família nega.

Fico imaginando o Romário! Se ele fosse um Sarney, com certeza não estaria passando pelas enrascadas judiciais. O cara construiu um patrimônio e, agora, vê tudo ruir. Então, em vez dele afirmar que não matou Michael Jackson e nem trouxe a gripe suína para o Brasil, deveria assumir que é filho do Sarney. Só eles se livram as encrencas.

Uma péssima notícia para a mídia. Sarney alinhava um pedido de renúncia da Presidência do Senado. Teria até conversado com Lula, mas o martelo somente deve ser batido na próxima semana, se a gripe suína não avançar. Fora da Presidência, Sarney quer que a mídia o esqueça. Será?

Dilma, a falsa?

julho 29, 2009
Dilma e a bolsa Kelly da Hèrmes. Seria um falso produto? (foto O Globo colhida na internet)

Dilma e a bolsa Kelly da Hermés. Seria um falso produto? (foto O Globo colhida na internet)

O babado do momento é uma foto publicada em O Globo da ministra Dilma Rousseff. Nos braços, uma bolsa Kelly da marca Hermés. A Kelly original – segundo os fashionistas – sai por módicos R$ 12 mil. Coisa para bacana. Muito mais do que a dona Dilma ganha de salário (isso sem os penduricalhos dos conselhos da Petrobras e outros mais).

A verdadeira Kelly da Hèrmes custa R$ 12 mil

A verdadeira Kelly da Hermés custa R$ 12 mil...

O escândalo aumenta com a informação da assessoria palaciana: a bolsa de Dilma não é original.  Ou seja, ela usa produto pirata. Para os que combatem a pirataria – e o governo tem uma comissão para tratar disso – ter na ministra uma potencial candidata a candidata à vaga no PT para concorrer à sucessão do presidente Lula soa como um achincalhe.

Impagável

julho 29, 2009

oieclaro
De vez em quando o governo federal produz fato que é bem difícil ao cidadão entender. O Ministério da Justiça colocou as operadoras Oi/BrsilTelecom e Claro na alça de mira que deve resultar em multa de R$ 300 milhões. É algo impagável. A ação se deve ao descumprimento às regras da Lei do Call Center e consiste em iniciativa do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, ligado ao Ministério da Justiça. Com frequência, empresas são multadas sem que tenhamos notícias sobre o pagamento destas multas.

(more…)

A seca

julho 28, 2009

eptg

Neste período, o clima seco em Brasília assusta. A situação fica mais complicada em função das obras de duplicação da EPTG, num trecho de 12 quilômetros, que começa no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) e termina em Taguatinga. O trecho nas imediações do Guará 1 é mais complicado. A poeira deixa qualquer cidadão sufocado.

A imagem que ilustra o post permite uma noção daquilo que esta ocorrendo num dos pedaços mais movimentados da capital federal. Aliás, Brasília adquiriu em cinco décadas os piores sintomas de uma metrópole. São mais de um milhão de carros emplacados na cidade – isso sem contar com os veículos de outros municípios. Um lugar projetado para ter um pouco mais de meio milhão de habitantes já conta com 2,5 milhões de moradores.

Então, enquanto em alguns lugares o clima frio prevalece, em Brasília é possível termos termômetros com mais de 30 graus durante o dia e madrugadas com temperaturas próximas dos 12 graus ou menos. E adaptar a esta situação requer boa forma física.

Os cartões

julho 27, 2009

cartões

Outro dia conversava com o Roberto, dono da banca de jornais e revistas aqui em Brasília, que lamentava os encargos cobrados pelas administradoras de cartões de crédito. Segundo ele, ficará difícil tocar o comércio diante do custo/benefício. Sim, com o dinheiro de plástico fica mais cômodo para o cliente pagar por meio dos cartões. Evita ser assaltado e também permite rolar a dívida, ou seja, comprar determinado produto e empurrar para a fatura do próximo mês.

(more…)

Álcool vs. Gasolina

julho 25, 2009

flex

No País do carro flex, pesquisar é a melhor saída antes de abastecer. O G1 traz matéria com pesquisa de preços do litro do álcool e da gasolina as principais cidades brasileiras.
Vale a pena conferir.

Sarney caiu!!!

julho 23, 2009
Esse é o maior exemplo de "beijo técnico". PT e PMDB tudo a ver...

Esse é o maior exemplo de "beijo técnico". PT e PMDB tudo a ver...

A notícia já está nos principais sítios brasileiros. Enfim, Sarney caiu! Não é verdade! Vasculha dali, vasculha de lá e descobriu que a queda foi de dona Marly, a matriarca dos Sarney que levou um tombo em casa e foi levada para São Paulo onde foi submetida à cirurgia no Hospital Sírio e Libanês.

Enquanto isso, os senadores Cristóvam Buarque, Pedro Simão e Artur Virgílio engrossam o coro pedindo a renúncia de Sarney, o José. Mas ele manda a conta para Lula que continua defendendo a biografia tão manchada do presidente do Senado. É sujeira para todo lado.

E o hit na internet (you tube) é um vídeo gravado em Imperatriz – a segunda maior cidade do Maranhão – com discurso do Lula achincalhando Sarney. O vídeo foi usado, em 2006, na campanha do candidato Edson Vidigal ao governo daquele Estado. Na época, o presidente do PT Ricardo Berzoini chiou. Aliás, o PT não é mais o mesmo. É o PTreta… Claro, com algumas exceções.